Humilhada por ter uma doença de pele, ela transformou o corpo em obra de arte

Humilhada por ter uma doença de pele, ela transformou o corpo em obra de arte

Ash Soto sofreu preconceito durante a vida toda por ter vitiligo, uma doença crônica caracterizada pela falta de pigmentação da pele. Ela sempre teve vergonha do corpo por causa da doença, diagnosticada quando tinha apenas 12 anos. Mas hoje Ash decidiu encarar o problema como arte, e foi ovacionada pelas redes sociais.

Aos 12 anos de idade, Ash Soto descobriu que ela sofria de uma doença crônica da epiderme, vitiligo. Como as manchas em sua pele se tornaram mais e mais numerosas, Ash tinha vergonha de seu corpo e teve muitas provocações durante sua adolescência.

Leia também
Jovem acorda com o corpo coberto de hematomas e médicos dão diagnóstico assustador

Um dia, uma garotinha perguntou a Ash se ela havia tomado banho de alvejante, aumentando o complexo da menina  com sua pele. No final de sua adolescência, Ash Soto decidiu que sua pele não seria mais um fardo. Ela parou de esconder sua pele por medo do ridículo.

Pouco a pouco,  a alto-estima foi aumentando e hoje, Ash Soto regularmente transforma seu corpo em uma obra de arte. Ela disse ao Daily Mail: "Eu nunca havia percebido o quão bonito meu vitiligo é antes de traçá-lo com um marcador preto - ele realmente ajuda a realçar todas as cores da minha pele."

Desde então, ela tem recriado em sua pele, obras de grandes pintores como as de Van Gogh. Ash Soto considera que ela transformou um problema em uma obra de arte em constante renovação.

Pedro Souza
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações