Um santuário para ursos idosos e maltratados foi aberto na Suíça
Um santuário para ursos idosos e maltratados foi aberto na Suíça
Leia mais

Um santuário para ursos idosos e maltratados foi aberto na Suíça

A comuna de Arosa, na Suíça, está se preparando para receber novos habitantes um pouco diferentes... É na altitude dessa cidade que o país abrirá muito em breve um santuário dedicado ao acolhimento de ursos com um passado difícil: explorados, presos, maltratados... Foco nessa iniciativa inspiradora!

Nesse início de julho, o primeiro urso chegou na altitude da comuna de Arosa, na Suíça, depois de um longo percurso vindo da Sérvia. O objetivo: se instalar em sua nova casa, um santuário dedicado a ursos que tiveram um passado de sofrimento e dor.

Um parque sem igual na Suíça

Essa nova instituição gerenciada por uma organização de proteção aos animais selvagens deve abrir suas portas para o grande público em 3 de agosto.

O primeiro urso recebido se chama Napa. Ele finalmente conseguiu descansar depois de uma longa viagem de 1.400 quilômetros que durou quase vinte e oito horas e com uma etapa final no teleférico!

E seu recinto fica a 2.000 metros de altitude. Um recinto de adaptação, que fique claro. Lá, Napa terá tempo de descobrir seu novo ambiente antes de poder aproveitar livremente dos 30.000 metros quadrados do parque, o que corresponde a cerca de quatro campos de futebol.

Uma associação na iniciativa

Tudo isso graças à associação Quatre Pattes, que está por trás desse santuário fora do comum e que vai ser responsável por ele.

Antes de chegar na Suíça, Napa teve uma vida difícil. Oriundo do cruzamento entre um urso pardo e um urso polar, ele nasceu em um zoológico e depois foi vendido para um circo itinerante, onde mediante coação, aprendeu a fazer parte do espetáculo.

Mas em 2009, a Sérvia tomou uma decisão importante: proibir a presença de animais selvagens nos circos.

Um passado misterioso

O que aconteceu com Napa então? É um mistério, mas os veterinários acreditam que ele tenha vivido muitos anos em cativeiro... Mal alimentado e provavelmente maltratado, ele teve que passar por uma intervenção cirúrgica na Suíça para tratar da mandíbula, em péssimo estado.

Com abertura prevista para 3 de agosto de 2018, o parque dos ursos “Bärenland” (país dos ursos em alemão) de Arosa organizará jornadas de portas abertas nos dias 4 e 5 de agosto, com a presença da Conselheira Federal Doris Leuthard.

Esse é o primeiro centro de proteção de ursos da Suíça. E antes de sua criação foi organizado um referendo: os habitantes da comuna aprovaram o projeto por maioria (78%) em novembro de 2016.

A construção do parque custou 6,5 milhões de francos suíços (cerca de 25 milhões de reais). O parque foi concebido para receber 7 ursos que viviam em cativeiro em condições indignas.

Escrito por Pedro Souza
Última modificação

Sem Internet
Verifique suas configurações