Este urso polar viajou 400 km para se alimentar

Este urso polar viajou 400 km para se alimentar

Um urso polar faminto foi visto em uma aldeia na Rússia na quinta-feira, 18 de abril. O animal, exausto, viajou mais de 400 km para tentar se alimentar.

Este é um fato dramático, que definitivamente ilustra os estragos do aquecimento global; um urso polar ficou andando por vários dias e viajou centenas de quilômetros para encontrar comida. O animal, exausto, estava em um estado deplorável.

Faminto

É na aldeia de Tilichiki, no extremo leste da Rússia, que o urso polar foi encontrado. De acordo com relatos da mídia russa, o urso veio de Tchukotka, uma região ao norte da península de Kamtchatka: estava a 400 km de seu habitat habitual, de acordo com a CNN e o The Guardian, que relataram a notícia quinta-feira, 18 de abril. Exausto e com fome, ele parou perto dos humanos para procurar comida. Perguntado pela Euronews, um habitante disse: "As pessoas da vila o trataram com compreensão e cuidado, o urso não era agressivo e nós lhe demos peixe, temos muitos ursos pardos aqui, mas os brancos são bem raros, hoje eu vi que ele já tinha começado a andar e até começou a caçar!

As autoridades de Kamtchatka estavam para preparar uma operação de resgate: um sedativo será usado para colocar o urso para dormir e transportá-lo para seu local original de vida de helicóptero.

Ursos polares em perigo

Leia também
Mulher é presa depois de uma descoberta assustadora em sua casa

Esta notícia mais uma vez ilustra o efeito dramático do aquecimento global: quanto maior a temperatura na Terra, mais rápido o gelo derrete. O habitat natural do urso polar está lentamente sendo destruído, forçando-o a viajar por quilômetros para se alimentar.

"As condições em que vivem os ursos polares estão desaparecendo por causa das mudanças climáticas", disse Vladimir Chouprov, chefe do Greenpeace em Moscou, entrevistado pelo The Independent. "O Ártico está se aquecendo e os ambientes de caça estão cada vez mais restritos. O gelo está diminuindo e os ursos polares estão procurando novas maneiras de sobreviver, e a maneira mais fácil é procurar os humanos".

André Lourenço
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações