Seis cidades brasileiras para conhecer durante o inverno

Seis cidades brasileiras para conhecer durante o inverno

As férias de julho estão chegando e não há nada mais gostoso do que viajar para uma daquelas cidades que ficam ainda mais bonitas no inverno. Conheça seis delas.

Gramado e Campos do Jordão são os mais conhecidos destinos de inverno do Brasil. Diferentemente da maioria do país, a alta temporada é na época mais fria do ano, em que milhares de brasileiros estão em busca de bons restaurantes, vinhos e lugares charmosos para curtir a dois ou em família. O Brasil é um país enorme e existem várias outras opções para quem quer aproveitar o tempo frio para conhecer uma nova cidade. Nós listamos seis delas, conheça e comece a planejar:

Leia também
Essa ilha está repleta de raposas. E elas são adoráveis!

Cunha (São Paulo)

A cerca de 240 quilômetros da capital paulista, a pequena cidade de Cunha é conhecida como a terra dos ceramistas. É uma opção que agrada a todos os tipos de viajantes, sejam os românticos, os que estão em família ou os que gostam de aventura. Na paisagem, avistam-se parques, rios e cachoeiras emolduradas pela mata Atlântica. Na cidade, encontram-se pousadinhas aconchegantes, bons restaurantes e diversos ateliês. Em julho, o Festival de Inverno movimenta a cidade com shows e atividades gastronômicas. 

Guaramiranga (Ceará)

Com um clima ameno para os padrões nordestinos, a cidade ficou conhecida como a Suíça cearense. É uma ótima opção na região para quem quer curtir um friozinho sem ter que viajar durante horas num avião. A pouco mais de 100 quilômetros de Fortaleza, Guaramiranga oferece aos seus visitantes um visual incrível, ótimas trilhas e excelentes restaurantes. 

Visconde de Mauá (Rio de Janeiro)

O inverno é, sem dúvida, a época do ano em que a cidade mais recebe turistas. Lá, encontram-se muitas pousadas charmosas, gastronomia internacional, cavalgadas e trilhas ecológicas, além de uma feirinha de artesanato com todo o tipo de coisas. Os mais corajosos devem enfrentar a água supergelada e arriscar um mergulho numa das belíssimas cachoeiras da região.

Bento Gonçalves (Rio Grande do Sul)

 Prepare-se para um frio de verdade. Localizada a 600 metros acima do nível do mar, esta região gaúcha tem o título de ser a principal produtora de vinhos do Brasil. As vinícolas são lindas e estão abertas para visitação, mediante agendamento. Quem gosta de comer galetos, não ficará decepcionado: o prato típico da cidade é acompanhado de massa ou de polenta – macia e crocante. A melhor forma de chegar é pelo aeroporto de Caxias do Sul. 

Monte Verde (Minas Gerais) 

Apesar de fazer parte do estado de Minas Gerais, a cidade fica mais perto de São Paulo (160 quilômetros) do que de Belo Horizonte (480 quilômetros). O que mais chama a atenção (e a barriga) para a cidade é a maravilhosa gastronomia. Come-se e bebe-se muito bem em Monte Verde – desde o tradicional rodízio de fondue até o chocolate Gressoney, loja fundada na cidade em 1978 por uma família vinda da Europa. As cervejas artesanais também estão por todas as partes, aproveite!E se quiser gastar as calorias, vá até o parque Verner Griberg, que oferece diversas trilhas fáceis em que não é preciso contratar guias. 

Domingos Martins (Espírito Santo)

Colonizada por imigrantes alemães e italianos, a bucólica cidadezinha preserva algumas construções típicas, festas folclóricas e uma excelente gastronomia. É muito procurada por casais, mas os aventureiros também não ficarão decepcionados: Domingos Martins tem muitas trilhas, cachoeiras e belos visuais para uma cavalgada. Em julho, acontece sempre o Festival Internacional de Inverno de Música Erudita e Popular, que atrai gente do país inteiro com uma proposta interessante ao reunir arte, palestras e shows.  

• Bruna Moura
Leia mais