Mãe solteira sai da condição de sem-teto e vira diretora e empresária
Mãe solteira sai da condição de sem-teto e vira diretora e empresária
Leia mais

Mãe solteira sai da condição de sem-teto e vira diretora e empresária

A diretora da empresa da área de construção April Malloy descreve sua jornada de vida: de moradora de rua à diretora de empresa da área de construção.

A diretora da empresa 1st Class Construction conta como ela saiu da condição de morar no banco de trás do seu carro até tornar-se a líder de sua própria empresa de construção.“Eu estava dormindo no meu carro pensando em responder alguns anúncios, trabalhando e fazendo de tudo para que as coisas dessem certo. Comecei a ler projetos todas as noites, consegui algumas chamadas para trabalho e comecei a fazer alguns serviços para o restaurante Red Lobster”, contou Malloy ao portal de notícias Fox Business.

Malloy começou a tentar serviços na área da construção do banco de trás do seu carro e, de trabalho em trabalho, ela foi enriquecendo o seu currículo. “Eu fiz um contrato com uma senhora. O piso do banheiro dela estava caído e eu levantei novamente o sistema de piso de lá e refiz o seu banheiro... desde então eu comecei a pegar um trabalho após o outro e me levantei, passei de estar sobrevivendo de seguro para ter meu contrato”, disse Malloy.

A jovem senhora, que aprendeu o negócio enquanto morava em um abrigo para menores, queria usar a construção para dar as suas próprias crianças uma vida melhor. “Eu olhei para as minhas crianças e eu soube que eu tinha que ser forte por elas”. 

Atualmente, Malloy tem nove crianças e é dona de uma casa de sete quartos em Houston, Texas, nos Estados Unidos. A companhia contratante tem sua sede na cidade de Nova York e desenvolveu hotéis em uma das avenidas mais aclamadas do mundo, a Time Square, além também terem construído restaurantes ao redor de Manhattan.

Agora, já sem passar fome nem outras necessidades, April multiplicou sua paixão por seu trabalho e por ajudar os outros de uma forma incrível. Indo além do óbvio para dirigir suas empresas, ela explica: “eu quero que as pessoas entendam que o que eu faço é para inspirar e dar poder ao mundo. Junto com as pessoas que trabalham comigo, eu vou fazer o que eu puder para ajudar outras mulheres a superar seus próprios obstáculos e não precisarem mais se submeter à vida imposta pelo sistema”.

Desde que se tornou sua própria chefe, a nova ambição da vida de Malloy é ajudar a treinar mais mulheres para trabalhar. “Eu tenho uma instituição sem fundos lucrativos de empoderamento feminino e eu as ajudo financeiramente para que elas tornem-se independentes com ajuda da instituição”, contou. “Agora estou construindo plataformas para ajudar mais mulheres a passarem por situações difíceis”, completou.“O que me torna diferente é, evidentemente, o fato de eu ser uma mulher proprietária de uma empresa de construção. Eu comecei essa empresa sozinha. E vim do nada, saí da condição de sem-teto com um bebê dormindo no meu carro para onde estou agora. Na última contagem, eu concluí mais de 208 serviços”.

Escrito por Pedro Souza

Sem Internet
Verifique suas configurações