Jovem viveu inferno com “pornô de vingança” e hoje encontrou uma forma de lidar com isso

Jovem viveu inferno com “pornô de vingança” e hoje encontrou uma forma de lidar com isso

Ana Baquedano é uma jovem mexicana que foi vítima do famoso “pornô de vingança”. Aos 16 anos, Ana teve um nude seu vazado pelo seu ex-namorado.

A jovem mexicana contou que havia compartilhado a foto íntima quando eles ainda estavam juntos e que, logo depois da separação, seu ex-namorado publicou a foto sem seu consentimento. Não demorou muito para que a foto viraliza-se nas redes sociais, fazendo com que amigos e amigas de Ana viessem até ela perguntar se ela havia enviado uma foto “nua” para alguém. E foi assim que Ana ficou sabendo que tinha uma foto sua nua sendo compartilhada por várias pessoas. Ana passou por momentos de muita insegurança por causa dos olhares e comentários maldosos que recebeu.

Uma decisão baseada na confiança

Ana acreditava no ex-namorado e por isso se sentiu à vontade para compartilhar a foto: “Nós éramos muito unidos, íamos a festas, aniversários... Eu conhecia ele desde criança e de alguma forma nos entendíamos e nos apoiávamos. Nesse sentido, era uma relação bonita", recorda. O casal trocou fotos eróticas com a condição de que elas seriam apagadas logo depois de serem vistas. "Era uma selfie nua da cintura para cima, que dá para ver muito claramente que sou eu", lembrou a jovem. Logo após o rompimento do relacionamento, a jovem chegou a pensar que ele poderia não ter cumprido o acordo e que a foto não tinha sido apagada e afirmou: "Ele estava muito irritado, e lembro que comecei a pensar que ele talvez não tivesse apagado a foto. Como eu não tinha certeza, decidi ligar e perguntar. A reação dele foi ficar em silêncio e desligar o telefone. Acho que nunca senti tanto medo na vida”.

Um martírio sem fim

Logo depois do Ensino médio, Ana chegou a pesar que toda essa história ficaria no passado. Porém, as repercussões da publicação continuaram e Ana passou a sentir muito medo de ser reconhecida e sofrer perseguição entre os alunos da universidade. No entanto era tarde demais e, infelizmente, todos os seus medos acabaram se concretizando: "Ir para a universidade virou um inferno. Era como se 2 mil pessoas tivessem visto a foto. Era como se todo mundo quisesse que eu soubesse que tinha visto (...). Quando eu entrava na cafeteria, ficava um silêncio, e as pessoas começavam a murmurar. Havia anotações nas paredes dos banheiros, nas mesas da sala de aula. Escreviam comentários obscenos sobre a foto, sobre mim e sobre o que queriam ver mais", acrescenta.

A volta por cima

Leia também
Ela anunciou a venda de um vestido no facebook e recebeu muitas críticas dos internautas

Hoje em dia Ana Baquedano não se esconde mais. A jovem decidiu que tornaria sua história um exemplo para alertar outras jovens, conscientizando-as sobre o perigo de compartilhar fotos do tipo com qualquer pessoa na internet. A jovem é fundadora e diretora da Consentimiento Digital A.C., sua própria associação para defender as vítimas de "pornô de vingança" e denunciar a prática. Além disso, desde o início de 2019, Ana passou a compartilhar em seu Instagram fotos em que ela aparece nua. O objetivo da jovem é dar mais visibilidade à sua história, publicando ela mesma as fotos nuas: "Acredito que essa é uma mensagem muito poderosa, especialmente para meninas e meninos jovens. Decidi publicar a foto, e as pessoas reagiram de uma maneira maravilhosa, muitas garotas que estavam passando pela mesma coisa se sentiram confortadas. Mostrei que não é o fim do mundo que alguém te veja sem roupa. Não é uma questão de vida ou morte", conclui.

Fonte: BBC Brasil Imagem: Instagram/@anaspeaksnow 

• Andressa Zabeu
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações