Disney Play: o novo serviço de streamming da Disney
Disney Play: o novo serviço de streamming da Disney
Disney Play: o novo serviço de streamming da Disney
Leia mais

Disney Play: o novo serviço de streamming da Disney

Escrito por Pedro Souza
Última modificação

O próximo serviço de streaming da Disney tem um nome provisório, e foi anunciado como prioridade número um da empresa até 2019.

Bob Iger, diretor executivo da Disney, comunicou em entrevista ao site internacional Variety que este serviço de filmes e séries em desenvolvimento pela empresa, já batizado de Disney Play, nasceu da necessidade de fazer concorrência a outros serviços de streaming de vídeo, como a Netflix. O diretor também deixou claro que a plataforma será a prioridade da Disney em 2019.

O nome divulgado pelo diretor executivo pode causar confusões: já existe uma aplicação da empresa com o nome Play Disney Parks, que tem por objectivo guiar a experiência dos visitantes dos parques Walt Disney World e Disneyland com atividades lúdicas e informativas. Espera-se, assim, que o nome do app Play Disney Parks sofra alguma alteração para evitar a ambiguidade.

Lançar um serviço de streaming é importante para a Disney, mas os seus custos serão bem elevados. A Variety divulgou que a Disney atualmente ganha mais de 300 milhões de dólares anualmente através de seu acordo de licenças com a Netflix, que terminará em 2019. Todos os filmes distribuídos pela Disney - incluindo filmes da Lucas Wars (Marvel) e da Pixar - passarão a ser distribuídos pela Disney. O mesmo acontece com as séries de TV Disney, Marvel e Lucasfilm. Ainda assim, séries da Marvel como Luke Cage, Dare Devil e Iron Fist continuarão na Netflix, visto serem originais do serviço, apenas foram adquiridas licenças das respetivas personagens.

Os grandes lançamentos da Disney, como o remake do Rei Leão, Toy Story 4, a sequência de Frozen e Star Wars: Episódio IX, vão ser cruciais para posicionar a nova plataforma: atrair subscritores para o serviço de streaming, consolidando a afluência da empresa no mercado de vídeos on-demand. Iger prometeu que as mensalidades das assinaturas do Disney Play serão significativamente inferiores que as da concorrência, dando por base o preço cobrado atualmente pela Netflix, apesar de não ter especificado quais seriam os preços dos pacotes. Este será um fator competitivo muito importante para a Disney.

A plataforma de streaming ainda não tem uma data de lançamento definida, mas um anúncio oficial deve ocorrer no segundo trimestre de 2019, quando serão fornecidos mais detalhes sobre o projeto.


Sem Internet
Verifique suas configurações