Unha encravada no pé: o que fazer para tratá-la?
Unha encravada no pé: o que fazer para tratá-la?

Unha encravada no pé: o que fazer para tratá-la?

Você tem uma unha encravada no pé que é tão dolorosa quanto feia? O Oh My Mag explica as causas e traz dicas para que as unhas encravadas se tornem apenas uma memória ruim.

Causas de uma unha encravada no pé

Uma unha encravada aparece quando um pedaço da unha penetra a pele que a cerca. Isso cria uma inflamação ou infecção local (chamada paroníquia). As unhas encravadas atingem principalmente o dedão do pé.

Isso geralmente é causado pelo atrito com um sapato muito apertado ou ao cortar a unha muito curta. Se você sofre de sudorese excessiva nos pés, é mais provável que você tenha uma unha encravada e desenvolva uma paroníquia. Uma batida no dedo também pode causar uma unha encravada.

Sintomas de uma unha encravada no pé

O principal sintoma da unha encravada é a dor. Seja moderada ou intensa, é um indicador de inflamação na pele. Essa dor se intensifica se você pressionar a área inflamada. O local onde a unha penetra na pele fica vermelho, às vezes inchado e até com pus. A unha pode ser mais grossa no local da inflamação.

Tratamento para uma unha encravada no pé

Para os primeiros cuidados, experimente um escalda-pés. Use água morna com uma solução antisséptica durante quinze minutos, três vezes ao dia. A água morna permitirá que a pele ao redor da unha amoleça e a deixe crescer adequadamente. O antisséptico impedirá a proliferação de bactérias que podem causar a paroníquia.

Se não for muito doloroso, tente colocar um pedaço de gaze entre a borda da unha e a pele para evitar que afunde mais na carne e permita que você drene o pus, se necessário. Evite sapatos apertados e de salto alto que coloquem pressão às lesões durante o processo de cicatrização.

Deixe os pés descalços sempre que possível para evitar a transpiração carregada de bactérias. Se a infecção persistir, piorar, se você tiver febre ou se tiver diabetes, consulte um médico. Ele irá prescrever antibióticos que eliminarão a infecção e cuidados com um podólogo, se necessário.

Às vezes, a cirurgia é a única maneira de drenar o pus. Uma das técnicas menos invasivas é a fenolização. É praticada por um dermatologista e envolve cortar a parte encarnada da unha, cauterizando a ferida e aplicando uma solução desinfetante poderosa para evitar o risco de recidiva.

Escrito por Bruna Moura
Última modificação

Sem Internet
Verifique suas configurações