Epifania e dia de Reis: tudo que você precisa saber sobre as origens dessa tradição
Epifania e dia de Reis: tudo que você precisa saber sobre as origens dessa tradição
Leia mais

Epifania e dia de Reis: tudo que você precisa saber sobre as origens dessa tradição

A Epifania é uma das grandes festas do calendário cristão. OhMyMag te revela a origem, o significado e as tradições dessa festa religiosa.

Data da Epifania

6 de janeiro

Origem da Epifania

Termo que significa "manifestação" ou "aparição" em grego, a Epifania tem sua origem nas festas pagãs da luz. É a partir de 6 de janeiro de cada ano que os dias começam a ficar maiores de verdade no hemisfério norte.

Como muitas outras festas pagãs, essa celebração foi cristianizada por um dos Papas da Igreja, Epifânio de Salamina. Inicialmente destinada à comemoração do nascimento de Cristo, a Epifania passou a celebrar a vinda dos Reis magos, conforme a tradição católica. Sua história é contada no Evangelho de São Mateus.

Pouco antes do nascimento de Jesus, os Magos vindos do Oriente (Belchior, Gaspar e Baltazar) iniciaram uma viagem em direção à Belém, guiados por uma estrela até o estábulo em que Maria deu à luz. Quando chegaram diante do Menino Jesus, eles se prostraram e ofereceram ouro, incenso e mirra como presentes.

Tradições da Epifania

Na França, a galette des Rois é a tradição que simboliza melhor o dia da Epifania. Ela pode ser feito de diferentes maneiras, mas a forma mais conhecida é uma torta de massa folhada recheada com frangipane, cujo aspecto redondo e dourado lembra o sol. O bolo dos Reis, brioche em forma de coroa decorada com açúcar e frutas cristalizadas, também é sucesso garantido.

A tradição popular diz que uma fava ou um bonequinho devem ser colocados dentro das tortas e bolos. A pessoa que pegar a parte com o objeto receberá a coroa do rei. Esse costume ainda é bem popular entre os mais jovens, e não é raro ver as cantinas das escolas oferecerem uma galette de Rois no dia da Epifania.

Existem outras tradições em alguns países cristãos. Na Espanha ou em Portugal, por exemplo, o Dia de Reis é feriado e as crianças recebem mais presentes do que no natal. Na Bélgica e na Holanda, o costume dos mais jovens é percorrer as ruas cantando e passando de porta em porta atrás de frutas e doces. Essa tradição tende a desaparecer, sendo substituída pela simples degustação da galette de Rois.

Escrito por Pedro Souza
Última modificação

Sem Internet
Verifique suas configurações