Ele vendia caneta na rua com a filha nos braços para sobreviver, até que um dia o destino lhe sorriu!
Ele vendia caneta na rua com a filha nos braços para sobreviver, até que um dia o destino lhe sorriu!
Leia mais

Ele vendia caneta na rua com a filha nos braços para sobreviver, até que um dia o destino lhe sorriu!

Este homem vivia confortavelmente no Líbano, com um bom trabalho e um salário suficiente para manter a família. Infelizmente, a guerra fez com que ele abandonasse o país para viver como refugiado em Yarmouk, na Síria, deixando tudo para trás. Sem dinheiro e partindo do zero, ele começou a vender canetas na rua para poder alimentar a filha.

Escrito por Pedro Souza
Última modificação

Sem Internet
Verifique suas configurações