Calorias do tomate: valor por 100g e ficha nutricional

Calorias do tomate: valor por 100g e ficha nutricional

Você quer saber o valor calórico dos alimentos do dia a dia? OhMyMag te conta tudo que você precisa saber sobre o tomate.

Número de calorias do tomate

O tomate é original da América do Sul e é fruto do Solanum lycopersicum: ele é, ao contrário do que imaginamos e da forma que o consumimos, uma... fruta!

As principais variedades são o tomate cereja (cerasiforme) e o tomate "graúdo" (esculentum), do qual existem muitas sub-variedades: tomate redondo, tomate alongado, tomate-uva, tomate coquetel...

Eles podem ser encontrados sob diferentes nomes: Alambra, Carmem, Coração de Boi, Holandês, Débora, Italiano... para citar só os conhecidos.

Embora existam diversas subvariedades de tomates com pesos, cores, formas e aspectos diferentes, eles são, em sua maioria, adocicados como as outras frutas: 2,6g de açúcar para cada 100g de tomate redondo, por exemplo.

O número de calorias varia bem pouco conforme a variedade: 20kcal para cada 100g de tomate cereja, 19kcal para cada 100g de tomate coração de boi, 18kcal para cada 100g de tomate redondo e 17kcal para cada 100g de tomate em conserva, um valor calórico similar ao do agrião, do aipo e dos mirtilos, e dez vezes menor que o do abacate ou das castanhas.

Ficha nutricional do tomate

O tomate tem um valor calórico fraco, mas isso não quer dizer que ele é pobre em vitaminas, minerais e micronutrientes, pelo contrário!

Ele é bem interessante nutritivamente, já que não contém lipídeos e os carboidratos são pouco: 3,9g para cada 100g de tomate redondo. Além disso, ele tem vitaminas A e C (14mg para cada 100g), potássio (240mg para cada 100g), cálcio (10mg para cada 100g), magnésio (10mg para cada 100g) e ferro.

Leia também
Qual dessas bananas é a melhor para sua saúde?

O valor nutricional do tomate garante diversos benefícios, tanto para a perda de peso quanto para a saúde. Além de ser pobre em calorias, carboidratos e lipídeos, ele é bem rico em água e contém fibras que facilitam a digestão.

Ele também é repleto de antioxidantes que ajudam a combater os radicais livres, o estresse oxidativo e o envelhecimento prematuro, e de licopeno, um pigmento lipossolúvel especialmente presente no tomate cozido, que ajuda a prevenir patologias cardiovasculares e câncer.

Pedro Souza
Sem Internet
Verifique suas configurações