Após ser proibida de cantar por não estudar, MC Loma passa de ano na escola

Após ser proibida de cantar por não estudar, MC Loma passa de ano na escola

A funkeira mirim não estava indo muito bem na escola e foi proibida de cantar pois não estava estudando como deveria.

MC Loma comemora que conseguiu passar de ano na escola 

Há um pouco mais de um ano atrás, MC Loma, do famoso grupo MC Loma e as Gêmeas Lacração, foi impedida de continuar cantando e apresentando shows. O motivo: a funkeira mirim não estava indo muito bem nas matérias da escola e também não estava frequentando as aulas de forma assídua. A decisão foi tomada pela Vara Regional da Infância e Adolescência de Recife, cidade natal da cantora e das gêmeas que a acompanham nas apresentações. Em um comunicado oficial do grupo Metrópole, que seria responsável por uma das apresentações das meninas, lia-se: “Após um mês de incessantes e-mails, telefonemas e mensagens com os produtores da artista, fomos informados pela Start Music que Mc Loma não conseguiria regularizar as suas condições de trabalho, exigências estabelecidas pela portaria nº 004/2011, da Vara Regional da Infância e Juventude da 1ª Circunscrição Judiciária-TJPE, que disciplina a participação de criança e adolescente em espetáculos públicos, pois não está sequer frequentando a escola e nem está matriculada, o que lamentamos muitíssimo”.

Diversos shows da MC foram foram cancelados por esse motivo. Porém, um ano depois de toda a confusão envolvendo a Justiça, MC Loma, hoje com 16 anos, anunciou para seus seguidores nas redes sociais que após muita luta e estudos, ela conseguiu passar de ano na escola, e que agora está levando a vida acadêmica bem mais a sério. No Instagram ,ela postou, visivelmente muito feliz, uma foto com seu caderno com a legenda: "Passei de ano com muito esforço e não aguento de felicidade. Eu queria, sim, e eu corri atrás, sim, de estudar", desabafou a garota, rebatendo às informações que ela não queria mais saber de estudar e viver apenas dos shows. 

Superação

Como ela não estava nem matriculada em uma escola na época que fazia muitas apresentações, ela conta também na postagem como enfrentou as dificuldades de ter começado a frequentar novamente a escola, e como foi alvo de críticas: "Só tive que ficar calada e escutar, porque os verdadeiros só abrem a boca para falar com provas. Me dediquei muito, corri muito atrás, pois foi difícil conseguir. Entrei tarde na escola por causa de tantas coisas que aconteceram em minha vida. Fui muito cobrada na época sem ter culpa, porque estava em Recife. Foi quando eu pedi socorro a minha mãe, que largou a vida dela, pessoal e profissional, vindo ficar comigo em São Paulo, pediu ajuda aos meus tios e me matriculou na escola... Só eu sei o desespero e toda dificuldade que minha mãe passou junto com a gente".

Para finalizar, ela diz que está de férias e também deixa um conselho: "Um conselho para todos que tem sonhos à se realizar. A escola é essencial. É importante, manter os pés no chão, honrar a Deus em primeiro lugar, honrar seu pai e sua mãe, que a vitória vem. Agora estou curtinho minhas férias, feliz da vida, com a mente tranquila, perto das pessoas que eu amo: minha família e meus amigos". 

• Bruna Moura
Leia mais