Mulher mata a filha de 11 anos para que "parasse de se deitar com homens"

Mulher mata a filha de 11 anos para que "parasse de se deitar com homens"

Rosa Alcides Rivera, 28 anos, esfaqueou a filha 15 vezes e depois a levou ao hospital, onde foi agressiva com a equipe.

Conforme o investigado até agora, tudo começou quando o namorado da mãe de Rosa alegou ter feito sexo com sua filha de 11 anos.

Qualquer pessoa com bom senso poderia ter identificado o momento da confissão como uma ocasião perfeita para denunciar o namorado da mãe por fazer sexo com uma menor, e assim levar um pedófilo à justiça. Mas não.

Segundo a família, a menina sempre negou tais fatos. No entanto, a acusação do namorado da mãe foi o ponto de partida para Rosa ficar obcecada com as atividades de sua filha.

Ela até disse à polícia que sabia que sua filha fazia sexo com homens porque "estava com um sorriso diferente". Ela alegou ter matado a filha para protegê-la.

Ao deixar o hospital, já algemada e como você pode ver nas imagens, ela não fez nenhuma declaração à imprensa.

Estamos de frente a uma criminosa ou uma pessoa com problemas mentais graves? Te informamos o resto dos dados da investigação no vídeo.

Pedofilia, uma prática sexual brutal

Infelizmente, hoje milhares de meninas são sexualmente agredidas por pedófilos em todo o mundo. Esses agressores aproveitam o avanço da tecnologia e o fato de os jovens terem presença nas redes sociais para abordar menores de idade através da internet com identidades falsas.

É essencial conscientizar os filhos, desde pequenos, sobre os riscos das redes sociais e a importância de ser prudente e desconfiar de todos os estranhos.

Os menores não são os únicos que devem estar atentos, a polícia alerta para as novas formas que esses agressores sexuais usam para abordar os menores: a abordagem às mães solteiras.

A pedofilia é uma prática sexual que deve ser relatada em qualquer caso e levada à justiça.

Fonte: Infobae

• André Lourenço
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações