Lily Allen assume ter dormido com prostitutas para lidar com depressão pós-parto

Lily Allen assume ter dormido com prostitutas para lidar com depressão pós-parto

Lily Allen declarou que a solidão e depressão pós-parto a levou a contratar prostitutas durante tour.

Lily Allen a famosa cantora de 33 anos, partilhou na sua conta de Instagram ter contratado acompanhantes femininas ao longo da tour de promoção do seu álbum Sheezus em 2014. A declaração surgiu após ter tido conhecimento de uma fuga de informação ao Daily Mail.

Este relato faz parte do seu livro autobiográfico My Thoughts Exactly com lançamento previsto para dia 20 de Setembro, mas dados os acontecimentos, Lily Allen decidiu antecipar e revelar este episódio antes mesmo da publicação do Daily Mail.

Leia também
Ridicularizada por sua obesidade mórbida, ela toma uma atitude que deixa a todos de boca aberta

Allen quis desta forma assegurar que a história fosse contada na primeira pessoa e evitar assim que se propagasse de forma menos digna ou a parecer algo pior do que realmente foi.

Na sua conta de Instagram pode ler-se: “No meu livro My Thoughts Exactly '(a sair a 20 de setembro) detalhei algumas coisas duma fase mais sombria, em torno da tour Sheezus. Eu dormi com acompanhantes do sexo feminino durante a tour, porque me sentia sozinha, perdida e em busca de algo. Não me sinto orgulhosa, mas não estou envergonhada. Já não faço mais isso. O Daily Mail vai publicar a notícia amanhã por ter havido fuga de informação e vão querer fazer parecer pior do que realmente foi. Só queria esclarecer e de cabeça erguida”.

Até ao momento a “confissão” já lhe valeu mais de 40 000 likes no Instagram apesar de alguma controvérsia de opiniões em que uma delas teve até direito a resposta da própria.

Num dos comentários, um usuário questionou se a notícia teria sido tão bem aceite se estas mesmas declarações tivessem sido de um pai casado com filhos pequenos e que lamentava acima de tudo terem que lidar com esta partilha pública mais tarde. 

A cantora não tardou na resposta: "Eu escrevi este livro literalmente PARA os meus filhos para que soubessem POR MIM, nas minhas próprias palavras e sem vergonha”. Lily defendeu suas ações e criticou a cobertura da imprensa numa outra entrevista:

"Não foi algo tão escaldante ou vulgar, como a imprensa quis fazer parecer, como uma 'brincadeira lésbica de sexo com prostitutas' - o que de alguma forma até acho que foi…Não é uma história de sexo obscena, é mais sobre quartos de hotel, estar sozinha e muito longe dos meus filhos e do meu marido. Em retrospetiva, eu sei o que estava a acontecer. Acho que tive depressão pós-parto numa altura em que o meu casamento estava a deteriorar-se e eu encontrei escapes para lidar com tudo isso."

Lily Allen tem duas filhas com seu ex-parceiro Sam Cooper, construtor e decorador. Ela deu à luz a sua segunda em 2013, enquanto trabalhava em Sheezus, um álbum que ela disse anteriormente ter sido "inspirado nas suas experiências de maternidade". 

Sem se saber a influencia que estes acontecimentos possam ter tido, Allen e Cooper divorciaram-se no início do ano. 

• Bruna Moura
Leia mais