Youtuber Jout Jout analisa letra de música dos sertanejos Henrique e Juliano, “Vidinha de Balada”

Youtuber Jout Jout analisa letra de música dos sertanejos Henrique e Juliano, “Vidinha de Balada”

Jout Jout e seu parceiro Caio seguem produzindo vídeos de análises musicais e o hit da vez a ser analisado é o sucesso de Henrique e Juliano, “Vidinha de Balada”.

No dia 11 de janeiro, Jout Jout e Caio estrearam um quadro de vídeos chamado “Análises Musicais”, no qual prometeram analisar letras de músicas. Segundo a dupla, a vontade de construir interpretações sobre algumas letras e transmiti-las para o público do canal surgiu com a dificuldade de compreensão de algumas músicas e indignação com outras, muitas delas cantadas pela massa do público brasileiro sem que eles realmente saibam o que diz.

Nessa empreitada, Júlia e Caio já fizeram vídeos sobre o funk do MC Don Juan “Lei do Retorno”, “Eva” de Ivete Sangalo, “Mulheres” de Martinho da Vila, “Xote dos Milagres” do Falamansa e “Fazer Falta” do MC Livinho, a análise de estréia e também a música que trouxe a eles o incentivo que faltava para o quadro.

Leia também
Depois de um péssimo atendimento no restaurante, casal deixa um bilhete inesperado para o garçom

As análises, em si, trazem uma visão sincera da YouTuber sobre a letra das músicas o que resulta, às vezes, em alfinetadas agudas em músicos, como nas canções “Lei do Retorno”, “Fazer Falta” e, agora, em “Vidinha de Balada”, de Henrique e Juliano. Outras vezes o resultado são interpretações positivas, que falam de amor de formas inusitadas, originais e sem nenhuma maldade, como por exemplo o clássico do forró “Xote dos Milagres”, cujo vídeo até rendeu uma resposta no Vlogger de seu autor, Tato, agradecendo a interpretação e esclarecendo suas intenções com a composição da letra.

Esta semana, a música da vez foi o hit de sucesso “Vidinha de Balada” de Henrique e Juliano. Segundo a jovem carioca, trata-se de uma música de cunho sexista e que, se bem analisada, revela intenções de poder e possessão sobre a mulher desejada, mesmo que ela não esteja nem ciente da situação.A letra, que é de fácil acesso pela internet, inicia-se com  “Oi, tudo bem? Que bom te ver”. Aparentemente ingênua, há uma mudança brusca no teor da letra que, segundo a interpretação da Youtuber, nota-se a partir do quinto verso, em que o personagem da música diz: “Desculpa a visita”, “Eu só vim te falar”, “Tô a fim de você” e “Se não tiver, cê vai ter que ficar”. Desta forma, Jout Jout mostra que o homem, supostamente apaixonado, vai até a casa da pessoa querida e a obriga a ficar com ele, o que não seria nem um pouco agradável e respeitoso com a mulher.

Jout Jout explora longamente esse ponto na música, imaginando a situação em que uma moça está em sua casa e recebe um visitante que diz que irá ficar com ela mesmo que ela não queira (“cê vai ter que ficar”) e também que vai “acabar com a sua vidinha de balada” e  “dará outro gosto para essa sua boca de ressaca”. O ponto alto da música, para a indignação da YouTuber, chega no refrão, em que é dito: “Vai namorar comigo, sim!”.

Entre brincadeiras e ironias, Júlia diz que, nessa situação, a atitude a ser tomada é de ligar para a polícia e que imagina como seria se algumas das mulheres mais imponentes da música atual, como Anitta e Marília Mendonça, recebessem uma visita como essa.Ainda não se sabe se o vídeo chegou a dupla sertaneja e nem se eles darão alguma resposta. Mas ele certamente acertou em cheio o público jovem, que não cantará a música da mesma forma.

• Bruna Moura
Leia mais