Dieta no inverno? Essas sete dicas provam que é possível

Dieta no inverno? Essas sete dicas provam que é possível

O inverno é considerado um inimigo da dieta por proporcionar o aumento da fome e o excesso da preguiça. Mas existem maneiras de manter a boa forma nessa época.

inverno chegou! E com ele, fondue, chocolate quente e os possíveis quilos extras que representam um grande perigo para os aficionados pela boa forma física. Oh!MyMag dá sete dicas para quem quer fugir das tentações e seguir em dia com a dieta.

1. Sopa, sim, mas só light

As baixas temperaturas pedem sopas deliciosas e quentinhas ao fim do dia. Mas é preciso ter atenção para não acabar escolhendo ingredientes muito calóricos, como batata inglesa e bacon, por exemplo. Sopa de brócolis com batata baroa, que possui baixo teor calórico, pode ser uma pedida.

Leia também
Horóscopo: qual é o tipo de unha ideal, de acordo com o seu signo?

2. Fondue repaginado

A receita suíça que é sucesso garantido no inverno é também um grande inimigo da dieta. A mistura de queijo gruyére, emmental e vinho pode ultrapassar as 600 kcal por porção! Uma das opções é substituir a receita tradicional por um mix de queijos magros, como o branco e a muçarela de búfala.

3. Chás para esquentar (e emagrecer)

Café, chás e até condimentos também pode ajudar a emagrecer, viu? Eles são os chamados alimentos termogênicos, que aumentam a temperatura do corpo e fazem o organismo gastar bastante energia para processá-los. O consumo de chá verde, canela no acompanhamento de frutas ou conserva de pimenta e gengibre com azeite para as saladas são algumas dessas possibilidades.

4. Duas taças de vinho, por favor

É só a temperatura diminuir que uma taça de vinho parece cair muito bem. A bebida faz bem para o coração, já que reduz o colesterol e ajuda a prevenir a formação de placas de gordura nas artérias - o consumo diário de até duas taças por dia é recomendado por alguns médicos. A escolha de tipos de vinho com baixas calorias, como o rosé (93kcal por taça de 150ml), também pode ser fundamental para quem não quer engordar.

5. Drible a fome

A sabedoria popular afirma que a tendência é engordar no inverno. Tudo não passa de mito, já que o organismo gasta muito mais energia nessa época do ano, o que favorece a perda de peso. Exatamente por este motivo sentimos, de fato, mais fome em tempos de baixas temperaturas. Mas é possível enganar a vontade de comer: ingerir alimentos de três em três horas, dando preferência aos fibrosos e às proteínas, vai evitar que o metabolismo diminua de ritmo e aumentar a sensação de saciedade.

6. Chocolate, não; alfarroba, sim!

O chocolate é um conhecido vilão da dieta. Mas você já ouviu falar da alfarroba? Ela é um excelente substituto para o cacau, já que contém sabor parecido, além de trazer menos gordura e açúcar e não possuir lactose nem glúten. O baixo índice glicêmico também pode fazer com que você sinta menos fome e, consequentemente, venha a ingerir porções menores.

7. Não abandone os exercícios

Infelizmente, comer bem não é o bastante: driblar a preguiça durante a época mais fria do ano e continuar com o mesmo ritmo de exercícios físicos na academia é fundamental para manter a boa forma. Evite programar as atividades físicas para horários de temperatura mais baixa, como o início da manhã, e agasalhe-se bem no caminho entre a academia e a sua casa. Seja forte!

• Bruna Moura
Leia mais