7 formas de manter a rotina de exercícios, mesmo no inverno

7 formas de manter a rotina de exercícios, mesmo no inverno

Desistir de fazer exercícios na época mais fria do ano pode ser bastante tentador. Essas sete dicas ajudam a manter o foco nas atividades físicas.

Enquanto faz calor no verão brasileiro, Portugal e o resto da Europa sofrem com as baixas temperaturas do inverno. Manter o corpo em forma durante a época mais fria do ano pode ser difícil, fazer dieta no inverno então parece impossível, mas acredite é possível sim. OhMyMag dá sete dicas de como driblar a preguiça e manter os exercícios físicos em dia.

Desafie a você mesmo

Ter um objetivo é excelente para quem quer manter uma rotina de exercícios. Por que não tentar participar de um circuito de corrida, por exemplo? Seja qual for a sua motivação ou nível de preparo físico, há diversos tipos de eventos esportivos (muitos deles, gratuitos!) dos quais você pode participar.

Exercite a socialização

Algumas pessoas adoram fazer exercícios sozinhas, mas, para outras, companhia é fundamental para manter a rotina. Combine caminhadas com um amigo, entre para um grupo que se exercite perto da sua casa ou mesmo faça uma aula de dança. Segundo o professor de Fisiologia do Exercício Joe Costello, da Universidade de Portsmouth, essa é a melhor maneira de manter a frequência: "Nossa pesquisa sugere que, se as pessoas sempre tiverem amigos com quem praticar atividades físicas, mais dificilmente vão desistir".

Escolha a roupa certa

Mesmo sempre suando na academia, sentimos frio quando expostos a baixas temperaturas. Por isso, lembre-se de se agasalhar bem, ao menos, quando estiver fora de casa.

Faça de tudo um pouco

"Variedade é a chave para aproveitar mais os exercícios. Fazer o mesmo tipo de atividade física pode ser desmotivador", explicou o personal trainer Geoff Walcott ao The Guardian. Um estudo desenvolvido pela Universidade da Flórida com 114 homens e mulheres descobriu que os participantes que repetiam o mesmo tipo de exercício três vezes por semana estavam mais suscetíveis a abandonar a academia do que quem variava entre as sessões. Aqueles que não se repetiam também aproveitavam os exercícios 20% mais que os outros.

Exercite-se em casa

Leia também
Jovem acorda com o corpo coberto de hematomas e médicos dão diagnóstico assustador

Fazer exercícios em casa é hoje bem possível graças a tutoriais do YouTube, podcasts e até programas de exercícios pagos em aplicativos. Essa pode ser uma chance para complementar as atividades físicas. Fazer exercícios com um personal trainer e em um lugar especializado é importante, já que certas atividades exigem um nível maior de preparo, aparelhos e a correção de posturas, como no caso da yoga. atividades físicas praticadas de maneira incorreta, principalmente sob baixas temperaturas, podem causar acidentes e danos ao corpo.

Registre o seu progresso

Os aplicativos são grandes aliados para registrar seu progresso nas atividades físicas - há inúmeros deles voltados para atividades específicas, como os contadores de passos. Mas o próprio bloco de notas do celular ou o calendário já podem guardar informações e fazer você perceber o quanto evoluiu.

Descanse quando preciso

Descansar e se recuperar são coisas importantes, especialmente se você está fazendo séries mais intensas. De acordo com a Universidade do Estado de Michigan, atletas que dormem pouco podem vivenciar mudanças sutis nos seus níveis hormonais, com mais cortisol e menos hormônio de crescimento, que é ativado enquanto dormimos. Seja uma bebida quente ou um banho relaxante para aquecer os ossos, receber pequenas recompensas é fundamental para dias difíceis de inverno.

Gouvea Aline
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações