O que leva as mulheres à infidelidade?

O que leva as mulheres à infidelidade?

Quando se fala em adultério, o primeiro pensamento que vem à mente é "ah os homens, todos iguais"! Mas acredite, as mulheres fazem exatamente a mesma coisa - e você sabe bem disso. Será que existem motivos para isso?

Os homens são mais infiéis que as mulheres? A resposta da maioria é sim, mas os dois sexos ficam praticamente empatados no placar do adultério. De acordo com uma enquete feita em 2017, um terço das mulheres já traiu o parceiro em algum momento da vida; entre os homens esse número é de 50%. O problema é que o homem sempre é visto como um don juan pelos amigos quando tem muitas amantes. As mulheres que pulam a cerca são consideradas inconsequentes (para manter o nível).

Como os homens, as mulheres precisam de satisfação sexual

Leia também
Mãe pensava que o filho estava morto, mas algo inacreditável acontece quando ela o pegou em seus braços

Se as mulheres buscam algo fora do relacionamento, elas com certeza têm motivos. De acordo com um estudo realizado por um site de encontros canadense, a falta de atividade sexual seria a primeira causa de infidelidade entre as mulheres. 19,5% das mulheres entrevistadas se identificaram com o tema, e 37% delas confessaram só ter uma única relação sexual por mês. Ou não se tem mais desejo, ou a capacidade sexual do parceiro não satisfaz mais. Daí a necessidade de suprir essa falta... Por fora! Também é possível conversar com o parceiro para tentar solucionar o problema antes de apelar para a facilidade ou terminar o relacionamento se várias coisas não estiverem funcionando mais. O estudo mostra também que as mulheres de 30 a 45 anos são as mais infiéis, e 79,7% afirmam que essa escapadinha salvou o relacionamento (desde que o parceiro não descubra). Apenas 7% das mulheres entrevistadas se sentiram culpadas pela escapulida.

Diz-se que as mulheres não cedem tanto aos impulsos, então quando elas traem, essa é uma escolha bem pensada. Com o crescimento intenso dos sites de relacionamento e, em especial, daqueles dedicados às relações extraconjugais, nossa geração não está muito interessada em reciclagem mas sim em descartáveis...

• Pedro Souza
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações