Histerossalpingografia: dor, etapas, resultados e preços

Histerossalpingografia: dor, etapas, resultados e preços

Você tem que fazer uma histerossalpingograma e está se perguntando sobre o procedimento desse exame? O OhMyMag revela o essencial para se saber.

Histerossalpingografia: preparação para o exame

A histerossalpingografia é uma radiografia da cavidade e dos tubos uterinos. Faz parte da avaliação clássica de infertilidade, mas também pode ser proposta após vários abortos espontâneos ou infecções genitais frequentes.

Não é necessário fazer esse procedimento em jejum. Por outro lado, um tratamento antibiótico preventivo geralmente é prescrito para diminuir os riscos de infecções relacionadas ao exame. Saiba também que a histerossalpingografia pode ser um pouco dolorosa (cólicas passageiras semelhantes às da TPM): normalmente, nada impede que você tome um antiespasmódico por prevenção, mas fale com o seu médico.

Leia também
A ecografia deste bebê “fazendo uma bolha” esconde uma terrível realidade

Se você é alérgico a produtos com iodo, informe-o o mais rapidamente possível: anti-histamínicos ou corticosteroides podem ser tomados no dia anterior e no dia do teste. Por último, não faça a histerossalpingografia se você acha que está grávida.

Histerossalpingografia: procedimento do exame

A histerossalpingografia deve ser feira nos primeiros 10 dias após o início da menstruação. Você terá que se despir e deitar de costas ou de lado. O exame é realizado sem anestesia. O radiologista geralmente faz uma primeira radiografia e, em seguida, introduz um espéculo e uma pequena cânula para injetar lentamente o produto de contraste.

Em seguida, ele faz várias radiografias em diferentes posições para verificar se o material de contraste está subindo adequadamente para o útero e trompas de falópio. Ao todo, a histerossalpingografia geralmente leva cerca de trinta minutos.

Ao final do exame, recomenda-se colocar um absorvente, pois pode haver pequenos fluxos durante 1 ou 2 dias. Finalmente, tome um antiespasmódico se ainda não tiver tomado.

Histerossalpingografia: resultados e preços

Normalmente, o radiologista faz um relatório rápido antes de enviar seus resultados ao seu médico. Muitas vezes, o exame não revela nenhuma desordem particular, ou pelo menos nada grave (por exemplo: pólipos uterinos, tumores benignos). Raramente, pode revelar um distúrbio mais grave, como obstrução das trompas de falópio ou malformação uterina congênita.

Uma histerosalpingografia geralmente custa mais de 500 reais: o preço pode variar de acordo com os praticantes e as regiões. Este exame é feito pelo SUS e planos de saúde, informe-se.

• Bruna Moura