Grávida de quadrigêmeos, ela quer abortar apenas os meninos
Grávida de quadrigêmeos, ela quer abortar apenas os meninos
Leia mais

Grávida de quadrigêmeos, ela quer abortar apenas os meninos

Apesar de ter se esforçado muito para conseguir engravidar, essa mulher de 27 anos se diz despreparada para poder criar 4 crianças da forma que sonhava.

Na rede social Reddit, uma mulher desabafou e acabou ganhando todas as atenções das pessoas que tiveram acesso ao seu depoimento. Tudo gira em torno do seu desejo de abortar. Entretanto, depois de tanto esforço para conseguir conceber as crianças, ela não está disposta a se livrar de todos os fetos.

Ela está grávida de quadrigêmeos e a jovem, que não se identificou, está esperando dois bebês do sexo masculino e dois do sexo feminino após uma fertilização in vitro. Nesse tratamento que é caro e trabalhoso, três embriões foram implantados na mãe, entretanto, um deles se dividiu em dois, e, mesmo assim, os quatro fecundaram. Dessa forma, o resultado da gravidez foi dois meninos que são gêmeos bivitelinos, ou fraternos, e duas meninas, gêmeas idênticas.

“Eu tenho 27 anos e meu marido 30. Nós tentamos ter um bebê por alguns anos, para resumir, não deu certo então acabamos aceitando fazer a fertilização in vitro”, começou a contar. “Para encurtar a história, descobrimos que eu estava grávida e fiquei muito contente, muito mesmo. Eu mal podia esperar para chegar nas 12 semanas para contar para as pessoas e começar a aprender como é ser mãe”, continuou.

“Entretanto, quando fui fazer o ultrassom descobrimos que eu estava esperando quatro bebês. Quatro. Que loucura! Estou cortando boa parte da história porque, para ser honesta, é difícil para mim tocar nesse assunto. Naquela hora, meu marido e eu ficamos em choque, mas feliz que tínhamos bebês saudáveis”, contou.

O que torna a publicação da mãe mais chocante é a sua ideia inusitada de querer optar por criar apenas as meninas. Em resposta ao seu auto-questionamento, muitos internautas reagiram de diferentes maneiras à sua publicação, encorajando-a, mas também condenando-a por sua vontade.

“Agora pensa, eu sou uma mulher pequena, de 1,50m, muito pequena. No ultrassom que foi feito, logo depois me aconselharam a abortar dois pela saúde do meu corpo, e para ser honesta, eu meio que estava cogitando essa possibilidade para o meu marido de qualquer forma, por causa das despesas necessárias para criar quatro crianças”, começou assim o seu desabafo, relatando que a ideia do aborto dos meninos começou da equipe médica. “Nós daríamos conta de dois bebês, mas jamais conseguiríamos com quatro”.

“Eu e meu marido ficamos um pouco perturbados com a situação, mas fomos para casa e tentamos acalmar as coisas (...). Se nós formos para o aborto seletivo, provavelmente eu vou querer manter as duas meninas já que elas são idênticas (...) e para ser honesta, eu sempre quis ter meninas”.

As coisas pioraram quando ela relatou o que disseram seus familiares “Meu marido está comigo nessa, mas assim que eu contei para a minha mãe e minha irmã da situação, elas enlouqueceram, falando que éramos egoístas e dizendo que estávamos tentando moldar os bebês para serem exatamente como queríamos”.

Concluindo, a jovem diz: “O que vemos aqui é que temos que fazer uma escolha se formos por essa via, e é de cortar o coração estar nessa posição, mas temos que fazer o que for possível pelas nossas crianças. Essa história parece muito trágica, tipo uma novela ou qualquer coisa do tipo, mas honestamente é a coisa mais difícil que eu já fiz na minha vida”.

Terminando seu desabafo, ela lança a pergunta: “Eu e o meu marido somos uns babacas por termos preferência nisso?”.

Assista ao vídeo acima e dê sua opinião!

(Fonte: reddit)

Escrito por Gouvea Aline

Sem Internet
Verifique suas configurações