4 meses de gravidez: o bebê se move. O que fazer em caso de dor na barriga?

4 meses de gravidez: o bebê se move. O que fazer em caso de dor na barriga?

Você está entrando no segundo trimestre da sua gravidez e o bebê começa a se manifestar? O OhMyMag traz algumas dicas para passar bem pelos pequenos inconvenientes que podem ocorrer aos 4 meses de gravidez.

O que está acontecendo com o seu corpo?

O início do segundo trimestre geralmente corresponde ao momento em que a barriga da gestante começa a se arredondar o suficiente para que a gravidez não passe despercebida. É importante saber que neste estágio, o útero já se distendeu consideravelmente e agora atinge o umbigo.

Essa modificação importante pode, assim,gerar algumas dores abdominais e pélvicas que correspondem, geralmente, à pressão sofrida pelos ligamentos do abdômen. Geralmente, essas dores estão localizadas na virilha e aumentam durante a caminhada. O repouso é, portanto, uma solução eficaz para aliviá-las.

Além disso, algumas dores de estômago também podem ter uma origem gastrointestinal. De fato, não são apenas os ligamentos que estão sob severa tensão. Os intestinos também devem lidar com um hospedeiro que gradualmente invade sua terra e altera seu funcionamento.

Assim, não é incomum que, durante o 4º mês de gestação, as gestantes tenham que lidar com certos distúrbios do trato intestinal, como constipação ou refluxos ácidos.

E para o bebê?

Em seu 4º mês de desenvolvimento intrauterino, o feto ainda exibe proporções não convencionais, já que possui pernas mais longas que braços! Sim, nem todos os membros crescem ao mesmo tempo. Após o crescimento do cérebro, cabe agora à cavidade abdominal desenvolver-se com a implementação conjunta do fígado, intestinos e rins.

O coração continua a bater em um ritmo louco. Bate quase três vezes mais rápido que o de um adulto. A pele ainda tem uma aparência translúcida, mostrando uma rede de vasos sanguíneos já bem estabelecidos no corpo na maturação do feto, enquanto os primeiros cabelos cobrem gradualmente o crânio.

Leia também
Ultra-sonografia revela o que acontece quando se fuma durante a gravidez

Em termos de percepções, o futuro bebê começa a vislumbrar as primeiras luzes através de suas pálpebras que, por enquanto, permanecem fechadas. Mas ele também começa a ouvir os sons, principalmente os emitidos pelo próprio batimento cardíaco. Ele agora é capaz de ouvir a voz de sua mãe, assim como sua respiração. Nesta fase, o futuro bebê tem cerca de 20 cm de altura e pesa menos de 250 g.

Bruna Moura
Sem Internet
Verifique suas configurações