Os genes que determinam a cor do cabelo podem ajudar na cura de algumas doenças
Os genes que determinam a cor do cabelo podem ajudar na cura de algumas doenças
Leia mais

Os genes que determinam a cor do cabelo podem ajudar na cura de algumas doenças

Cientistas acabaram de descobrir que 124 genes diferentes determinam a cor do cabelo e da pele. Até então, apenas uma dúzia deles tinham sido identificados. Eles podem ajudar na cura de alguns tipos de câncer.

Um estudo publicado no último dia 16 de abril, revelou que os genes que determinam a cor do cabelo podem ajudar nas pesquisas de combate ao câncer e a outras doenças.

Graças ao estudo do DNA de 300.000 pessoas da Europa, os cientistas descobriram que 124 genes diferentes estão envolvidos na cor do cabelo e da pele. Até então, eles só tinham identificados cerca de uma dúzia.

“A ligação entre a pigmentação e a saúde é muito importante para a evolução da espécie humana”, afirma Véronique Bataille, coautora do estudo, ao jornal Le Parisien.

A hereditariedade determina até 97% da cor do cabelo e da pele.

Ajudar a medicina e a polícia

Um trabalho que pode auxiliar no progresso da medicina em relação ao câncer de pele, de testículos, de próstata, de ovário, além da Doença de Crohn e de algumas doenças autoimunes. Todas elas estão ligadas à pigmentação e, portanto, aos 124 genes identificados.

Essa descoberta também pode ajudar os investigadores. Isso porque graças a essas novas informações genéticas, os médicos legistas podem determinar a cor do cabelo de um suspeito a partir de traços de DNA, e dessa forma encontrar o criminoso.
Escrito por Pedro Souza
Última modificação

Sem Internet
Verifique suas configurações