Tailândia: elefante de zoológico forçado a nadar em um aquário

Circo dos horrores. Um zoológico da Tailândia força elefantes a nadar atrás do vidro de um aquário para divertir os visitantes. As imagens rodaram a web e provocaram um onda de indignação. O que obrigou os parceiros do zoológico, como o TripAdvisor, a assumir uma posição clara.

A crueldade tem limites? No Khao Kheow Open Zoo parece super normal forçar elefantes a mergulhar em um aquário gigante para distrair os turistas que passam por ali.

Imagens desoladoras

As imagens desses maus-tratos, divulgadas pelo World Animal News (site que trata da defesa dos seres vivos e do ambiente), escandalizaram os internautas. O World Animal News descreveu essa cena desoladora com as seguintes palavras:

"Os elefantes são forçados a nadar até o fundo da piscina seis vezes, explica o site World Animal News. Eles sobem e são instigados por um cuidador, que puxa suas orelhas enquanto as crianças que estão assistindo à cena batem no vidro para atrair a atenção do animal. Tudo é filmado pelos pais. É tudo muito triste."

Esse zoológico gigantesco, que têm quase 8000 animais de 300 espécies diferentes, fica na cidade de Bangphara, no centro da província de Chonburi, à leste do golfo da Tailândia.

Indignação

Diante da indignação provocada por essas imagens, onde vemos um elefante forçado a mergulhar para satisfazer uma multidão de turistas, o zoológico tailandês não pode ficar mudo. Ele se defendeu, através do diretor, Attaporn Sriheran:

"O show é considerado um exercício para os elefantes. Eles já estão acostumados a entrar na piscina e brincar na água. O zoológico então colocou outra piscina para que os elefantes pudessem nadar e, ao mesmo tempo, autorizou as crianças e os visitantes a observarem para aprenderem mais sobre o comportamento desses animais."

E piora! Essa atração profundamente cruel é praticada desde 2016 por esse zoológico e é tão popular que o site TripAdvisor conferiu um "Atestado de excelência", e ainda vende ingressos para ver esse espetáculo!

TripAdvisor reage

Nas redes sociais, a reação não demorou para chegar: os internautas levantaram uma onda de críticas e comentários negativos. O TripAdvidor não teve outra escolha a não ser reagir à crescente polêmica. Em um tweet, o site explicou:

Mulher é presa depois de uma descoberta assustadora em sua casa
Leia também
Mulher é presa depois de uma descoberta assustadora em sua casa

"Obrigado por nos alertar. Confirmamos que essa atração com elefantes não respeita as regras de nosso código de proteção animal. Consequentemente, todo venda de ingressos para essa atração é encerrada com efeito imediato."

Uma bela vitória para a Fundação 30 Millions d'Amis e para os animais! Infelizmente, atrações pré-históricas ainda existem porque têm público para assistir. Daí a necessidade de seguir no caminho da prevenção e da educação, de modo que os visitantes não presenciem esse tipo de espetáculo triste.

Escrito por Pedro Souza
Última modificação
30 fotos de animais albinos que vão surpreender você30 fotos de animais albinos que vão surpreender você

Sem Internet
Verifique suas configurações