Arqueólogos desenterram ossada na Itália e encontram mulher com feto expelido

Arqueólogos desenterram ossada na Itália e encontram mulher com feto expelido

Arqueólogos italianos descobrem ossada de uma mulher que deu à luz no túmulo. O bebê foi expelido após mãe ter sido enterrada.

Arqueólogos da Itália descobriram uma ossada medieval que continha os restos mortais de uma mãe e se surpreenderam: entre suas pernas, estava também um bebê, o qual ela deu à luz após ter sido enterrada. O fenômeno é denominado “nascimento de caixão”, muito raro, mas que pode acontecer. Ele é explicado devido ao acúmulo de gases durante a decomposição do corpo da mãe, o que faz com que o feto seja expelido.

Os arqueólogos alegam que a mulher tinha entre 25 e 35 anos quando morreu, e o feto já estava com 38, apenas 2 semanas antes de estar pronto para nascer; porém, acreditam que o feto já havia morrido quando a mãe foi enterrada. Outro fato curioso é que tudo indica que a mulher havia passado por uma cirurgia no crânio bastante primitiva chamada trepanação, devido a buracos de 4,6mm na caixa craniana. 

Gouvea Aline
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações