Pensaram que ele mentia sobre sua mãe até que uma escavação mostrou a verdade

Pensaram que ele mentia sobre sua mãe até que uma escavação mostrou a verdade

Quando sua mãe desapareceu, ele tinha apenas 3 anos de idade. "Papai machucou a mamãe" - disse ele à polícia. Ninguém acreditou nele. Uma descoberta macabra no jardim de sua casa provou que ele estava certo.

Aaron Frased não teve uma infância fácil. Aos três anos de idade, sua mãe desapareceu e mais tarde ele foi adotado por outra família quando seu pai perdeu a custódia.

Desde aquele último dia que ele viu sua mãe, o destino dela sempre foi um mistério . A relação entre seus pais estava chegando ao fim e as discussões entre os dois eram frequentes.

Como foi divulgado mais tarde, sua mãe, Bonnie Haim, cansada da situação e temendo uma reação violenta do marido ao divórcio, começou a separar secretamente dinheiro para fugir com o filho.

Seu pai descobriu e a obrigou a fechar a conta poupança que havia aberto. Bonnie continuou a economizar dinheiro com a ajuda de amigos até o seu desaparecimento em janeiro de 1993.

De acordo com o resumo do caso, o pai de Aaron o deixou aos cuidados de seus avós enquanto ele foi procurar sua mãe naquele dia fatídico em que ela desapareceu. Ele retornou apenas 45 minutos depois e nunca relatou o desaparecimento à  polícia.

Leia também
Miss Itália 2007 mostra seu novo rosto depois de ter sido atacada com ácido pelo namorado

Quando a polícia começou a investigar o destino de Bonnie (seu desaparecimento foi relatado pela família), encontraram apenas seu carro estacionado no aeroporto da cidade. Sua bolsa foi encontrada em uma lixeira próxima. O assento do carro estava muito longe do volante, considerando a estatura de Bonnie.

Nenhuma das evidências encontradas incriminou diretamente o pai de Aaron como sendo diretamente responsável por seu desaparecimento. Exceto um: o testemunho do pequeno Aaron, que aos três anos foi muito claro sobre o que havia acontecido. "Papai machucou  mamãe", disse ele à polícia. Eles não acreditaram nele.

Como você verá no vídeo, Aaron nunca esquecerá o que encontrou. Ele só espera que desta vez a justiça acredite nele.

Fonte: CNN

Foto: Facebook

André Lourenço
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações