Roupa que "cresce" junto com a criança faz sucesso na web

Roupa que "cresce" junto com a criança faz sucesso na web

Uma roupa projetada para acompanhar o crescimento das crianças começa a fazer sucesso por todo o mundo.

Uma solução para os pequenos

Apesar de não durarem muito por conta do crescimento rápido das crianças até uma certa idade, as roupas infantis são também bastante caras. É muito comum repassarmos as roupinhas que já não servem mais para parentes e amigos, todas em bom estado devido ao pouco tempo de uso. Porém, alguns cientistas e pesquisadores prometem que esse problema logo pode ser resolvido. Uma roupa para crianças que "cresce" junto com os pequenos foi desenvolvida e está fazendo um grande sucesso no Instagram.

O planejamento

O estudante Ryan Yasin, de Engenharia de Design de Inovação, da renomada universidade inglesa London’s Royal College of Arts, em Londres, passou pela seguinte situação: no aniversário de seu sobrinho, ele resolveu dar uma peça de roupa para o menino. Porém, ela não serviu na criança. Refletindo sobre o episódio, ele teve a ideia de criar roupas que cresçam junto com as crianças em fase de crescimento.

Durante suas pesquisas, o rapaz notou que, se costurasse o tecido seguindo um certo padrão exclusivo, a peça de roupa seria capaz de se alongar tanto na vertical quanto na horizontal. A primeira peça de roupa que ele produziu utilizando seu próprio manequim foi uma calça; para dar os últimos retoques e ajustar o acabamento, ele preparou um molde no fogão de sua própria casa. Com o sucesso da experiência, ele resolveu fazer uma outra calça, mas dessa vez para o seu sobrinho. E mais uma vez ele obteve sucesso: a calça serviu tanto para o seu sobrinho bebê quanto para a irmã, de 2 anos.

Investimento de sucesso

A roupa criada por Ryan Yasin foi batizada de "Petit Pli" e já está fazendo um grande sucesso tanto na indústria da moda infantil quanto nas redes sociais. Segundo o jornal "The Guardian", a ideia parece que deu tão certo que a roupa já está sendo cotada como a ganhadora do prêmio James Dyson, que premia estudantes das universidades de engenharia e design. Além de ser uma proposta que faria com que as famílias economizassem um bom dinheiro, ela é também totalmente sustentável: o tecido por si só já bastante leve, reciclável, impermeável e lavável na mão ou na máquina, perfeita para acompanhar a bagunça dos pequenos. Segundo o desenvolvedor, a roupa servirá para crianças de 3 meses até 3 anos de idade.

Com o sucesso da invenção, uma pesquisa foi levantada para estimar mais ou menos quanto uma família gasta com roupas durante a fase de maior crescimento dos filhos. Segundo os pesquisadores, grande parte das crianças no mundo inteiro vestem cerca de 7 tamanhos de roupas em seus dois primeiros anos de vida. Sendo assim, eles calcularam uma média de 2 mil euros (mais ou menos 8.137, 20 reais) apenas com roupas que seriam logo descartadas devido ao crescimento dos filhos.

Um outro avanço com a proposta é a diminuição do elevado consumo de água e alta taxa de emissão de carbono para a atmosfera, características da indústria têxtil mundial. Esperamos que essa ideia realmente seja um sucesso!

Leia também
Menino falava todos os dias sobre desconhecida e mãe entra em pânico quando descobre de quem se trata

Fonte/Imagem: Hypeness 

Andressa Zabeu
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações