4 mitos culinários que ainda estão presentes no seu dia a dia

4 mitos culinários que ainda estão presentes no seu dia a dia

Há coisas na cozinha que nos são ensinadas desde que nos conhecemos por gente. Chegou a hora de desmenti-las.

Sendo você um Master Chef ou um cozinheiro que só sabe fazer sanduíche, macarrão e ovo, algumas dessas instruções devem ter ao menos aparecido durante sua história de vida. Confira agora 4 grandes mitos ensinados na culinária brasileira.

1- O creme de leite talha em alta temperatura

O talhar do creme de leite, na verdade, em nada tem a ver com a altura da temperatura da panela ou do forno. O que o faz talhar é o seu contato com a acidez de algum outro ingrediente da receita, por exemplo: tomate, ketchup, mostarda, vinagre, limão.

Portanto, de agora em diante, se você for adicionar algum ingrediente ácido numa receita que leve creme de leite, pense em colocar o elemento ácido no final, depois do creme de leite e depois de apagar o fogo. E, se for mexer, mexa com cuidado.

2- O óleo ajuda o macarrão a não grudar

Não é preciso adicionar óleo ao macarrão se você seguir a receita tradicional de cozimento, que é mexer bem nos primeiros minutos e colocar 1 litro de água a cada 100 gramas de macarrão, isto é, muita água. Pode ter certeza que assim o macarrão não vai grudar.

3- Colocar açúcar no molho de tomate para neutralizar a acidez

Não é bem isso que acontece quando você coloca açúcar no molho. O que acontece é que o sabor doce do açúcar mascara a acidez, o que não significa que a acidez, ou o pH, da mistura foi neutralizada.

Para neutralizar a acidez sem recorrer ao doce do açúcar, que acaba resultando em alguns casos até num sabor agridoce indevido, basta colocar algumas pitadas de bicarbonato de sódio.

Leia também
Aprenda a escolher o salmão mais saudável

4- Não é bom guardar comidas quentes na geladeira

Essa afirmação também não corresponde totalmente com a realidade. As geladeiras tiram de letra a refrigeração de um alimento quente, sem que haja desgaste do eletrodoméstico.

Mas uma coisa que também é verdade é que a geladeira acaba exigindo um pouco mais de energia para equilibrar a temperatura do todo, uma vez que a temperatura de um alimento quente difere bem do restante dos aimentos que estão ali guardados.

Gouvea Aline
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações