Cansada da civilização, australiana decide mudar-se para floresta
Cansada da civilização, australiana decide mudar-se para floresta
Leia mais

Cansada da civilização, australiana decide mudar-se para floresta

Ficar em contato com a natureza, colher o próprio alimento e sentir-se livre das imposições feitas pela sociedade. Entenda como a Garota-Banana transformou a sua vida.

Nada de depilação, cosméticos ou qualquer tipo de comida industrializada. Não ligar para os padrões impostos pela sociedade e poder andar completamente nua. Esta é a realidade da blogueira australiana Freelee, a Garota-Banana, que decidiu largar uma vida infeliz na região de Queensland, na Austrália, par viver no meio de uma floresta ao lado do seu namorado. O destino escolhido foi a América do Sul.

Freelee conta que já teve problemas com drogas e sofreu de anorexia mas encontrou no veganismo um novo estilo de vida – não só alimentar, mas também ético e emocional. Após perceber que estava completamente insatisfeita com a vida que levava, resolveu fazer esta mudança radical.Ela e o namorado vivem agora como o casal do clássico filme “A Lagoa Azul” : alimentam-se do que a natureza oferece e não vestem roupas na maior parte do tempo – também não usam shampoos ou qualquer outro produto industrializado.

Eles afirmam que estão felizes com a decisão que tomaram e Freelee revela que acredita já ter economizado mais de 15 mil reais em produtos de beleza. São seis meses sem fazer depilação, lavar o cabelo ou usar qualquer tipo de maquiagem.Sua única relação com o mundo “real” atualmente é por meio da internet. Ela mantém uma conta no Instagram e um canal no Youtube em que mostra o dia-a-dia na selva e também ensina truques para ter um estilo de vida mais natural. Entre eles, está beber de 1,5 a 2 litros de suco de laranja por dia, direto da fruta, para ajudar na circulação sanguínea e no fortalecimento do sistema imunológico. Apesar de receber inúmeras críticas nas redes sociais que mantém, especialmente por conta dos seus pelos, ela disse que nunca se sentiu tão livre e feliz.

Escrito por Pedro Souza
Última modificação

Sem Internet
Verifique suas configurações