Por causa do aquecimento global, o chocolate pode desaparecer em até 30 anos

Por causa do aquecimento global, o chocolate pode desaparecer em até 30 anos

O fim do chocolate está próximo! Segundo um estudo da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional, o aquecimento global pode ser responsável pelo desaparecimento do cacau em 30 anos.

E se em breve fosse impossível consolar suas lágrimas com Nutella ou com Ferrero Rocher? Pois é isso que esta séria agência dos EUA de vigilância e controle dos oceanos e da atmosfera, a Administração Nacional Oceânica e Atmosférica, prevê para daqui a 30 anos.

Por quê? Cacaueiros são árvores que só podem crescer em uma área geográfica específica: 10 graus ao sul e ao norte da linha do equador. Eles devem, para prosperar, ter um clima específico: temperatura estável, alta umidade, chuvas abundantes e especialmente um solo rico em nitrogênio, tudo em uma área protegida do vento.

Em resumo: um clima de floresta tropical. É por isso que os três principais países produtores de chocolate são a Indonésia, a Costa do Marfim e Gana. Os dois países africanos produzem mais de metade da demanda global.

Leia também
Mulher cria bonecas tão realistas que quase acaba na prisão

A causa do desaparecimento (futuro) é, no entanto, bem conhecida, já que se trata do aquecimento global. De acordo com o relatório do "Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas" (IPCC), responsável pelo estudo das mudanças climáticas, se o aquecimento continuar a aumentar, a temperatura média do planeta Terra aumentará em 2,1° C. até 2050, o que causaria a morte dos cacaueiros e, portanto, o fim da produção de chocolate como a conhecemos hoje.

O problema não é o aquecimento em si, mas suas consequências, uma vez que causará uma forte evaporação da água nas zonas tropicais, o que reduzirá a água no solo e, portanto, a água que as plantas precisam para se alimentar e produzir o cacau. Acrescente a isso a seca e já não haverá todas as condições para a vida dos cacaueiros e o resultado final será certo: o fim da colheita.

Porém existem algumas soluções:

Em Gana, para continuar produzindo grãos de cacau, as árvores terão que ser replantadas em terrenos acidentados que serão menos afetados pelo aquecimento global. O problema? Estas são áreas protegidas e por isso será necessário escolher entre preservar o habitat natural da fauna e flora local ou parar de comer chocolate. Dúvida cruel, não é?

André Lourenço
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações