Greyfriars Kirkyard: o cemitério escocês que causa calafrios aos visitantes

Greyfriars Kirkyard: o cemitério escocês que causa calafrios aos visitantes

Em Edimburgo, na Escócia, existe um pequeno cemitério gótico, o Cemitério de Greyfriars Kirkyard, que tem a reputação de ser o mais assombrado do mundo. Construído em 1560, no centro da antiga cidade, ele guarda um histórico de incidências paranormais.

Em  Edimburgo, na Escócia existe um cemitério com nome de Greyfriars, mas uma peculiaridade neste cemitério um tumulo que se destaca entre tantos outros. Este tumulo pertence a George Mackenzie um advogado do século XVII, responsável pela morte de pelo menos 18 mil pessoas. 

 

18000 mortes

Leia também
Esta tumba esteve lacrada por anos, até que escutaram um barulho

Bloody George (George Sangrento) era o apelido  de George Mackenzie por um motivo ela era responsável pela perseguição desumana e sem piedade ao grupo de presbiterianos conhecidos como "Covenanters", que eram contra a vontade do Rei, que os impedia de mudar da religião católica para o protestantismo presbiteriano.Os presbiterianos foram presos. Foram submetidos à condições desumanas, tendo que suportar meses de invernos rigorosos sem abrigos decentes e com muito pouca comida. Muitos morreram por causa dos maus tratos, e os que não morreram foram executados ou vendidos como escravos. A única maneira de se salvarem era alegando total obediência e submissão ao Rei, coisa que eles se recusavam a fazer. Ironicamente, esses prisioneiros que morreram no local de Greyfriars foram sepultados próximo ao túmulo de seu executor Sir George Mackenzie.  

 

A Assombração do Cemitério Greyfriars - 350 pessoas Atacadas

Em 1999 um mendigo quebrou o túmulo de Mackenzie na tentativa de encontrar um lugar para se esconder do frio. Depois, ele caiu dentro do caixão e tudo começou a dar errado: o caixão desmoronou e ele, assustado, começou a correr, todo coberto de terra.Quem viu a cena foi um cuidador de cachorros, que achou que tinha visto um fantasma e entrou em desespero.O que ele não sabia era que o homem não era um fantasma e que a verdadeira assombração logo chegaria.Várias pessoas começaram a registrar a ocorrência de eventos estranhos nos arredores do túmulo.

A prefeitura até mesmo fechou o cemitério para o público até que o guia local de turismo, Jan-Andrew Henderson, marcou um tour-fantasma oficial. Desde então, 350 pessoas afirmam ter sido atacadas por um fantasma nos arredores do túmulo de Mackenzie. Há muitas histórias de pessoas que tiveram ossos quebrados durante a visitação e 170 turistas já desmaiaram durante o tour.

• Pedro Souza
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações