O uso dos smartphones transforma nossas mãos
O uso dos smartphones transforma nossas mãos
Leia mais

O uso dos smartphones transforma nossas mãos

O corpo humano está evoluindo por causa do crescente uso de smartphones? É isso que afirma um estudo realizado por uma operadora de telefonia britânica, que revelou que 5% dos habitantes do Reino Unido têm um polegar maior que o outro. Um fenômeno que envolve majoritariamente os jovens.

Publicado em 2016, o relatório chamado de O2 Mobile Life Report foi feito com uma amostragem de 2.000 pessoas para analisar a relação que os consumidores têm com os telefones. O estudo indica que no período de dez anos os smartphones levarão a uma evolução das nossas mãos.

Em média, os usuários passam duas horas por dia no smartphone e isso tem impactos significativos no corpo. Na verdade, de acordo com os resultados, 5% dos habitantes do Reino Unido têm um polegar maior que o outro. O dedo que trabalha mais pode ser até 15% maior que o outro. Essa observação diz respeito a 13% dos jovens britânicos entre 18 e 34 anos.

Uma deformação geral da mão

Além disso, a forma como se segura o smartphone também pode deformar o mindinho, já que alguns dos entrevistados desenvolveram uma depressão nesse dedo. No geral, o corpo de um terço dos usuários teria evoluído por causa do uso dos telefones.

Essas mudanças devem se acentuar com o tempo, uma vez que 19% dos entrevistados afirmaram não conseguir ficar sem o smartphone um dia inteiro. Além disso, 5% dizem ter a impressão de sentir "vibrações fantasmas", quando acham que receberam uma mensagem ou email mas não chegou nada, sinal de que os smartphones podem facilmente monopolizar nossa atenção. Por fim, 15% (27% entre 18-34 anos) têm certeza que o telefone pode aumentar sua expectativa de vida. 30% já usaram aplicativos fitness. Além de serem uma extensão da mão, os smartphones podem virar, a longo prazo, garantia de nossa boa saúde.

Escrito por Pedro Souza
Última modificação

Sem Internet
Verifique suas configurações