Atores que perderam o papel antes ou durante a filmagem de seus filmes de sucesso

  • Jean Claude Van Damme: ele seria o alien de “O Predador”, mas o diretor Joel Silver não gostou da sugestão de que o vilão extraterrestre fosse um boxeador
  • Lindsay Lohan: sua vida louca nas baladas acabou fazendo com que os produtores de “O Outro Lado” a demitissem por render pouco
  • Mel Gibson: acusado de violência doméstica, racismo, antissemitismo e homofobia, ele acabou sendo descartado das gravações de “Se Beber, não Case! Parte 2”
  • Sylvester Stallone: ele fez tantas mudanças no roteiro que acabou perdendo o papel de protagonista de “Um Tira da Pesada” para Eddie Murphy
  • Christian Bale: o conturbado não que virou sim para fazer

Nem sempre a escolha de um protagonista é certeira. Alguns diretores e produtores acabam mudando de ideia no meio do caminho, seja por insatisfação com o trabalho ou por incompatibilidade com o papel. Conheça o caso desses atores que acabaram sendo demitidos dos filmes em que estavam trabalhando.

Ryan Golsing: ele achou que deveria ganhar uns quilinhos para interpretar o pai de uma menina morta em “Um Olhar do Paraíso” (2000), mas o diretor Peter Jackson não gostou do que viu e acabou demitindo o ator.

Jean Claude Van Damme: ainda antes da fama, o ator foi convidado para interpretar o alien de “O Predador” (1987). Van Damme insistiu tanto para que o extraterrestre fosse um boxeador que acabou perdendo a chance de contracenar com Arnold Schwarzenegger.

Lindsay Lohan: a atriz passou por um conturbado momento de festas e escândalos e acabou perdendo os papéis em “O Outro Lado” (2011) e Lovelace (2013).

Mel Gibson: as acusações de violência doméstica, racismo, antissemitismo e homofobia fizeram com que ele não fosse bem-visto pela equipe de “Se Beber, não Case! Parte 2” (2010) e o ator acabou perdendo seu papel para Liam Neeson.

Sylvester Stallone: o ator estava em alta nos anos 80, mas sugeriu tantas mudanças no roteiro de “Um Tira da Pesada” (1984), para reduzir o tom de comédia, que acabou perdendo o papel de protagonista para Eddie Murphy.

Eric Stoltz: ele começou a gravar “De Volta para o Futuro”, mas o diretor Robert Zemeckis achou que ele não tinha a veia cômica necessária e acabou chamando Michael J. Fox para o papel.

Christian Bale: Christian Bale fez finalmente o papel do assassino yuppie Patrick Bateman, mas só depois de umas tantas dores de cabeça e muita incerteza. Apesar de a diretora de Psicopata Americano (2000), Mary Harron, ter lhe oferecido o papel num acordo verbal quando ela assumiu a adaptação do romance de Bret Easton Ellis, a produtora, Lions Gate, comprou os direitos de distribuição em 1997 e exigiu no papel uma estrela como Leonardo DiCaprio...que acabou dizendo não. 

Leia também
Miss Itália 2007 mostra seu novo rosto depois de ter sido atacada com ácido pelo namorado

Megan Fox:  ela descreveu o diretor da saga de ação Transformers, Michael Bay, como um tirano e chegou a compará-lo a Hitler. Ele não pensou duas vezes em demiti-la. 

Jorge Sanz: Pedro Almodóvar declarou durante a apresentação a jornalistas do set de Carne Trêmula (1997) “Eu me enganei. Foi um erro meu, não de Jorge Sanz, mas acidentes acontecem. Continuo gostando dele e o admirando, mas não tinha o físico adequado.”

Sean Young: despedida de Dick Tracy no sétimo dia de filmagem, ela alegou que o diretor Warren Beatty, mudava continuamente o roteiro e que tentou manter relações com ela. Ele demitiu-a diante de sua recusa e disse que se tratava simplesmente de uma escolha ruim de elenco que deveria ser substituída.

Gouvea Aline
As fotos de férias mais criativas de todos os tempos

As fotos de férias mais criativas de todos os tempos


Sem Internet
Verifique suas configurações