As pessoas com melhor desempenho na cama possuem um detalhe em comum

As pessoas com melhor desempenho na cama possuem um detalhe em comum

O que é preciso para melhorar a performance durante o sexo? A dica é bem simples de colocar em prática...

Você sabia que as pessoas que são ótimas no sexo tem uma coisa em comum? Alguns sinais e atitudes são fundamentais para o casal ter um bom desempenho na cama, mas um simples som pode mudar tudo. Gemer na hora do prazer é o grande segredo para o sucesso sexual.

Pois é, o principal é simplesmente não esconder o que sente e gemer à vontade. Homens e mulheres que gemem alto durante o ato sexual terão momentos melhores e sentirão mais satisfação sexual em comparação com aqueles que fazem isso em silêncio.

"O gemido é importante para mostrar que a mulher está envolvida e curtindo a transa. Isto pode ajudar o homem a relaxar também, por incrível que pareça", explica a especialista em sexualidade do programa Mulheres Bem Resolvidas, Cátia Damasceno.

Ela completa dizendo que, dessa forma, a mulher oferece ao parceiro atalhos que indicam como ela sente prazer e tira um pouco da pressão masculina de querer acertar sempre, de ser o melhor.

Abusando dos gemidos

Fazer ruídos é uma forma de comunicação que ajuda tanto o parceiro quanto parceira a saber o que o outro gosta ou não durante o sexo . O gemido na cama também pode impulsionar a confiança dos amantes, pois sentem que têm competência sexual e que a relação está sendo bem sucedida.

Outro ponto importante é que as pessoas que gemem durante o sexo tendem a ter mais certeza das próprias habilidades sexuais , já que não tem vergonha de expressar o que gostam e não ficam com medo de possíveis julgamentos. Mas será que as mulheres realmente gemem por prazer?

"As mulheres precisam entender que gemer no ato sexual é totalmente normal e saudável, é uma forma de expor o prazer que está sentindo durante o sexo. Os gemidos podem ser voluntários ou de forma involuntária, aquele que você acaba gritando de prazer porém nem percebe", expõe a especialista.

Prazer ou fingimento?

De acordo com informações do portal “Daily Star”, um estudo de 2012 mostrou que a principal razão das mulheres gemerem durante o sexo é para aumentar o ego do parceiro fazendo ele achar que tem um bom desempenho na cama .

Pesquisadores da Universidade Central de Lancashire Central e da Universidade de Leeds, na Inglaterra, estudaram 71 mulheres sexualmente ativas com idade entre 18 e 48 anos e perguntaram sobre como elas agem vocalmente no sexo.

A conclusão foi que apesar de muitas das mulheres terem mais orgasmos durante as preliminares com o parceiro ou enquanto se masturbam, a maioria dos gemidos foram feitos antes e durante o orgasmo do homem.

Dentre as entrevistadas, 66% disseram que geme para acelerar o clímax de um parceiro e 87% disseram que gemeram durante o sexo para aumentar a autoestima do homem. Para os pesquisadores, muitas mulheres acabam maquiando a forma de sentir prazer para simplesmente agradar os parceiros.

"É comum essa postura, pois muitas mulheres não sentem nada de prazer no sexo e tem vergonha ou receio de falar abertamente sobre isto com o homem. Do mesmo jeito a mulher que sente prazer, mas erra na intensidade", explica Cátia.

Ela também fala que fingir o que não sente pode se tornar desestimulante e falso. O homem não gosta de mulher que mente na cama, ou pior, ele pode achar que está arrasando e vai sempre repetir algo que na realidade não agrada a parceira.

Gemidos ou frases de efeito?

Leia também
Ele tem os olhos vendados pela namorada para uma surpresa, mas vai se arrepender de ter aceitado

Além do gemido, frases de efeito também podem ajudar a aumentar o prazer na hora do sexo. Uma outra pesquisa revela que dizer pequenas palavras durante a relação também pode aumentar o prazer e se você acha que o ideal é falar frases mais quentes está enganada.

Dizer “eu te amo” no meio de uma relação sexual foi o melhor comportamento para garantir a satisfação para ambos os sexos, semelhante ao efeito de gemer. Dos entrevistados, 75% dos rapazes e 74% das mulheres confessaram que dizem essa frase no momento íntimo.

• Pedro Souza
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações