Um pai furioso empurra uma criança por uma rampa de skate para defender seu filho de bullying
Um pai furioso empurra uma criança por uma rampa de skate para defender seu filho de bullying
Leia mais

Um pai furioso empurra uma criança por uma rampa de skate para defender seu filho de bullying

O homem se vinga com violência dos valentões que se metiam com seu filho.

Há pessoas que aplicam a lei do retorno ao pé da letra: olho por olho, dente por dente. Sem importar-se com o fato de eram crianças de 12 anos, seu pai reagiu com violência contra um grupo de jovens que faziam bullying com seu filho. Gravaram a reação do pai furioso e as imagens são perturbadoras: é possível ver como o homem asfixia uma criança e empurra o outro por uma rampa de skate. Os fatos aconteceram no domingo passado na cidade australiana de Lismore.

Um caso de bullying

Segundo as autoridades, um grupo de meninos de 12 anos insultou e amedrontou sua vítima. Aterrorizado, o menor correu para pedir ajuda a seu pai. O remédio foi pior que a doença porque começaram a implicar ainda mais com o menino que foi recorrer ao pai. O homem reagiu com violência ao ver como tratavam seu filho e recorreu à violência, mesmo sendo um assunto de crianças. Na gravação vê-se claramente como ele agarra as crianças. Ele tenta asfixiar um e tira o patinete do outro enquanto o empurra por uma rampa. As crianças aterrorizadas só podiam gritar de medo, ainda que, ao fundo é possível ouvir o grito ainda mais forte do pai furioso: "Deixe-o em paz!".

Herói ou abusivo?

O homem atuou para defender seu filho, mas em nenhum caso a sua reação violenta contra os menores pode ser justificada. Nunca deve-se fazer justiça por conta própria e, menos ainda, contra menores. A reação deste homem pode ter consequências e ser castigada pela lei. A polícia é a única que pode intervir nestes casos. Imagem: Facebook ( North Coast Crime)

Escrito por Gabriela Raposo

Sem Internet
Verifique suas configurações