Professora corta seu cabelo para ficar igual ao de uma aluna que sofria bullying por ter cabelo curto
Professora corta seu cabelo para ficar igual ao de uma aluna que sofria bullying por ter cabelo curto
Leia mais

Professora corta seu cabelo para ficar igual ao de uma aluna que sofria bullying por ter cabelo curto

Uma professora de jardim de infância teve um gesto memorável essa semana. Ao perceber que uma de suas alunas estava sofrendo bullying por usar cabelo curto, Shannon Grimm cortou o seu cabelo para que ficasse igual ao da menina.

Quando uma professora do jardim da infância descobriu que uma de suas alunas não queria mais ir à escola, ela quis fazer de tudo para saber o porquê. Shannon Grimm, de 31 anos, percebeu que a personalidade da pequena Prisilla Perez vinha mudando, ao passo que esta se tornava cada dia mais quieta e triste.

Então, a professora percebeu que a garota de cinco anos estava sofrendo bullying pelas outras crianças da escola pelo fato dela usar seu cabelo curto. Assim que a primeira se deu conta disso, não demorou muito para que Grimm cortasse o seu também em apoio e em repúdio à atitude dos outros alunos.

Quando os estudantes voltaram para a escola depois das férias de final de ano, tiveram uma surpresa. Todos ficaram visivelmente chocados com a nova aparência da professora e com o seu gesto de solidariedade, deixando-os claramente desconsertados.

A professora de 30 anos usou a oportunidade para falar aos alunos do ensino fundamental sobre o bullying e como ele pode afetar o ensino e o desenvolvimento pessoal daquele que sofre com críticas e zombarias. “Eu falei para eles, acho que eu estou bonita. Você não acha?”, perguntou a professora aos alunos da classe. “Tive que mostrar a eles que meninos têm cabelos compridos como meninas e meninas têm cabelo curto igual aos meninos”, concluiu ela.

Embora ela tenha confessado que a decisão de cortar o cabelo não tenha sido das mais fáceis, ela percebeu que aquilo seria algo muito importante ser feito naquela situação, algo que, talvez, fosse mudar a percepção das crianças para suas vidas, cumprindo seu papel como educadora. “Eu sabia no fundo do meu coração que era isso que eu tinha que fazer”, afirmou.

Dessa forma, as fotos e a lição de vida começaram a rodar a Internet, rendendo inúmeras curtidas. Apenas na publicação feita no Facebook pela escola em que trabalha, Willis Independent Scholl District, sua foto foi curtida mais de 5000 vezes. Contudo, a história das duas seguiu ainda mais longe, a professora indicou Prisilla para o prêmio de aluna do mês, “por ter tido coragem e ter sido resistente em um momento de dificuldade”, conta a publicação. Da parte da menina, Prisilla entregou uma medalha para sua professora preferida por ser “a sua heroína”.

Por fim, a escola escreve: “A Willis ISD está orgulhosa da profa. Grimm pela sua boa vontade de ir mais afundo e além para fazer o mundo das crianças brilhar. Parabéns às duas incríveis pessoas!”, completou a publicação.

A professora do jardim espera que a sua atitude seja lembrada e usada como exemplo no futuro. “Na vida, você sempre irá se deparar com alguém que não será legal com você. Mas tudo está em como você se comporta a respeito e o que você faz”, comentou ela à revista Today Style.

Desde então, a confiança e a autoestima da pequena Prisilla voltaram a crescer.

(Fonte: Kansas News) 

Escrito por Gouvea Aline

Sem Internet
Verifique suas configurações