Médicos diziam às mães que os bebês nasciam mortos. Mas a verdade é arrepiante

Médicos diziam às mães que os bebês nasciam mortos. Mas a verdade é arrepiante

Uma história terrível que envolve quatro clínicas em Calcutá, na Índia, locais de atividades ilegais e aberrantes descobertas há poucos dias pela polícia.Oito detidos, incluindo o advogado Prabhat Sarkar, seu parceiro Jhantu Biwas, dono da clínica Bakbul Baidya e duas mulheres.

Um golpe dado pela justiça indiana que demonstra o grande compromisso da polícia  local em limpar a imagem da Índia da má reputação que a rodeava. O que aconteceu com os bebês em Calcutá viralizou.

O mesmo "infortúnio" sempre acontecia em quatro clínicas: crianças saudáveis eram declaradas mortas pelos médicos imediatamente após o nascimento.

As mulheres nãopuderamsequer ver o corpo de seus filhos, por uma razão mais que óbvia! Eles não estavam mortos!

Descubra no vídeo o que aconteceu com as crianças nessas clínicas do terror!

Violência gratuita

Outro caso de horror da saúde aconteceu na Arábia Saudita, onde três enfermeiras foram suspensas e depois demitidas após serem acusadas de abusar de uma criança no hospital pediátrico da cidade árabe de Taif.

A história veio à luz após o lançamento de um vídeo nas redes sociais em que os maus-tratos que o recém-nascido sofreu são claramente visíveis: um dos enfermeiros aperta o rosto, enquanto os dois colegas observam e riem.

Leia também
Um casal de nigerianos traz ao mundo um bebê branco e loiro

Fonte: Avvenire

André Lourenço
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações