Criança morre ao ser colocada dentro de um forno pelos avós bêbados

Criança morre ao ser colocada dentro de um forno pelos avós bêbados

O história aconteceu no distrito de Khakassia, na Rússia.

Um bebê de 11 meses foi queimado vivo em um fogão por seus avós, segundo a polícia.

O bebê Maxim Sagalakov foi deixado por sua mãe Viktoria, 20, aos cuidados de seus pais no distrito de Khakassia, na Rússia. Quando ela voltou, a mulher perturbada encontrou os restos carbonizados da criança no fogão da casa da família na aldeia de Kharoy.

"Os avós estavam bêbados e mataram o bebê", disse um comunicado do Comitê de Investigação regional encarregado de investigar crimes graves.

Um membro da família encontrou o corpo do menino extremamente danificado pela alta temperatura dentro do fogão. A causa exata da morte está sob investigação, mas acredita-se que a criança tenha morrido de incineração após ser queimada viva dentro do fogão de lenha dos avós.

Um vizinho disse que o avô estava fora e se embriagou com vodka. Quando ele voltou, a criança foi jogada no fogão. O vizinho Evgeniy Borgoyakov disse à televisão russa que o avô ficou louco depois de bêbado.

A avó, de 42 anos, e o avô de 47 anos, cujo sobrenome é Miyagashev, foram presos e serão acusados de "assassinato deliberado de um menor indefeso", disseram fontes policiais.

Leia também
Reação de criança ao ouvir sua música favorita diverte a internet

Uma parente e vizinha Natalia Sagatayeva disse que os avós sempre cuidaram da criança enquanto a mãe estava fora e cuidava bem dele.

"Não consigo acreditar nisso", ela disse. "Eu ainda estou chocada. Eles cuidavam bem do menino, o alimentavam. Meus filhos brincavam com ele. Como isso pôde acontecer?"

A mãe do menino, completamente devastada, deixou uma mensagem emocional nas redes sociais:

"Descanse em paz, meu filho amado", escreveu ela. "Meu querido filho. Minha dor não passa nem por um minuto".

 

Fonte/Imagem: Daily Mail 

• Bruna Moura
Leia mais