Cadeira fatal: este acessório infantil já matou mais de 30 bebês

Cadeira fatal: este acessório infantil já matou mais de 30 bebês

Apesar do fabricante ter admitido o risco, a cadeirinha continua sendo vendida no Brasil. Cuidado!

Aparentemente inofensiva, esta cadeira de balanço infantil já causou a morte de mais de 30 bebês nos últimos 10 anos. Sua fabricante, a Fisher-Price, finalmente tomou providências e vai reembolsar quem devolver o acessório – mas, até o momento, a ação ainda não é válida para o Brasil.

O produto chama-se "Fisher-Price Rock’n’roll and Play Sleeper” e serve para simular o movimento de ninar, porém, uma falha na sua concepção faz com que algumas crianças caiam da cadeira – e os tombos podem ser fatais para os bebês.

A fabricante afirma que as cadeirinhas de balanço têm um cinto de segurança que prende a cintura e as pernas dos bebês, mas que deveria ter também uma haste para impedir que os pequenos com mais de três meses sejam capazes de rolar e acabar caindo da sua estrutura.

Leia também
Um casal de nigerianos traz ao mundo um bebê branco e loiro

Após reconhecer o problema, a Fisher-Price anunciou um recall do produto. Dias antes, a Comissão Americana de Segurança de Produtos de Consumo alertou que todos os pais que tem este modelo em casa devem parar de usá-lo imediatamente e contatar a empresa para solicitar o reembolso.

A decisão, porém, não é válida para o Brasil inicialmente. Consultado, o Inmetro informou que irá convidar a fabricante para uma reunião para obter mais detalhes sobre os procedimentos que a empresa vai adotar no país.

(Fonte: iBahia)
• Gouvea Aline
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações