Babá entrega bebê morto a mãe fingindo que ele estava dormindo

Babá entrega bebê morto a mãe fingindo que ele estava dormindo

Marissa Tietsort, uma babá nos Estados Unidos, matou um bebê de apenas 2 meses e em seguida devolveu apenas seu corpo a mãe fingindo que ele estava dormindo.

Marissa Tietsort, de Wausau, foi indiciada na última sexta-feira (4) pela morte de Benson Xiong.  As autoridades disseram que Tietsort, 28 anos, matou Benson, e em seguida colocou seu corpo no assento de bebê do carro coberto com um cobertor. A babá teria fechado olhos da criança para que  sua mãe pensasse que ele estava dormindo. No momento em que a mãe foi tirar a criança do carro, ela percebeu que o bebê estava gelado e não estava respirando. Imediatamente, ela iniciou os procedimentos de reanimação, enquanto sua irmã ligava para a emergência. Apesar das tentativas, não foi possível reanimar a criança que já estaria morta há pelo menos duas horas.

Tietsort admitiu ter vestido e colocado o bebê já morto na cadeirinha do carro junto com o seu irmão e o próprio filho dela. Eles teriam ido para o Mc Donalds, onde comeram por cerca de 15 minutos, antes de serem entregues a mãe deles.  

Uma autópsia determinou que a criança morreu com traumatismos na cabeça causados por múltiplos impactos. Seu cóccix também foi quebrado e deslocado, indicando que uma quantidade significativa de força foi usada.

Leia também
Mulher de 47 anos deu à luz uma hora após descobrir que estava grávida

Tietsort já tinha passagem pela polícia por maus-tratos contra menor decorrente de um incidente em 2 de agosto, com um bebê de 11 meses. Em 2017, uma criança de 3 meses também sofreu traumatismo craniano sob os cuidados de Tietsort.

A mãe disse às autoridades que havia deixado Benson e seu irmão mais velho na casa de Tietsort em 18 de outubro. Mais tarde, naquele mesmo dia, Tietsort mandou uma mensagem para a mãe sobre uma notícia de que ela havia sido acusada de maus-tratos contra menor e que não podia ter contato com crianças. Ela teria pedido a mãe, para não contar a ninguém que ela estava trabalhando como babá.

• Bruna Moura
Leia mais