Singapore Airlines lança o voo mais longo do mundo
Singapore Airlines lança o voo mais longo do mundo
Leia mais

Singapore Airlines lança o voo mais longo do mundo

Até 2013, Singapura já tinha um voo maratona para Newark sem escalas (REUTERS). Hoje, a companhia Singapore Airlines inova mais uma vez e se prepara para lançar o voo mais longo do mundo.

A Singapore Airlines anunciou que vai colocar em funcionamento o voo mais longo do mundo. Um voo recorde que a companhia vai inaugurar em outubro.

Recorde de distância

Em 2004, a Singapore Airlines estabeleceu o recorde de voo comercial mais longo. O voo sem escalas com uma duração de 18h40min ligava Singapura a Newark, nos Estados Unidos. Depois de cinco anos de pausa, a companhia aérea voltou e se prepara para lançar o voo comercial mais longo do mundo. Inaugurado no próximo mês de outubro, o voo ligará Singapura a Nova York. Os voos, que começarão a rodar em 11 de outubro de 2018, percorrerão uma distância de 16.700 quilômetros em 18 horas e 45 minutos. Um novo recorde de distância para a companhia asiática, que desbanca o estabelecido pela Qatar Airways, entre Doha e Auckland.

Um Airbus A350-900

Muitas companhias aéreas já fazem voos super longos, muito mais rentáveis que os com escalas. É o caso da companhia australiana Qantas Airways e da norte-americana United Continental Holdings. Mas com esse novo recorde, a Singapore Airlines, que conta com 111 aeronaves em 64 cidades de 34 países, chega com tudo. Sem contar que em 2013 a companhia já tinha um voo maratona para Newark sem escalas. Com o aumento do preço do querosene, que não garantia mais a rentabilidade do serviço aéreo com o quadrirreator A340-500 da Airbus, ela se viu obrigada a ligar Singapura ao aeroporto nova-iorquino JFK passando por Frankfurt.

Para o próximo voo recorde, a Singapore Airlines pretende usar um Airbus A350-900 Ultra Long Range. Uma versão avançada do A350. A companhia já encomendou sete aviões com capacidade para 161 passageiros cada. De olho no futuro, a Singapore Airlines deseja lançar posteriormente um voo sem escalas entre Singapura e Los Angeles. A companhia australiana Qantas, por sua vez, declarou que também pretende comprar o A350-900ULR ou o 777X da Boeing para um voo sem paradas de Sidney a Londres em 2022. Um novo voo que virá para quebrar o recorde de distância.

Escrito por Pedro Souza
Última modificação

Sem Internet
Verifique suas configurações