Casa portuguesa vence prêmio que é considerado o Oscar da arquitetura

Casa portuguesa vence prêmio que é considerado o Oscar da arquitetura

A obra de Raulino Silva valoriza a arquitetura contemporânea, com muita luz natural e ventilação.

A Casa Touguinhó III, localizada na Vila do Conde, no norte de Portugal, acaba de vencer a edição deste ano do International Architecture Awards, premiação conhecida como o Oscar da arquitetura mundial. A obra é do português Raulino Silva.

A premiação foi anunciada pelo Centro Europeu de Arquitetura de Arte e Estudos Urbanos e pelo Chicago Athenaeum – Museu de Arquitetura e Design dos Estados Unidos. A cerimônia será em setembro, na Grécia. 

Leia também
13 vezes que o homem realmente respeitou o trabalho da natureza.

O projeto da Casa Touguinhó III começou em 2012, mas só foi concluído quatro anos depois. A casa está dividida em dois pisos e é composta por três quartos, sala de estar, cozinha, escritório, lavanderia e piscina. Na parte de baixo, destaque para a grande área verde e para as fachadas e os muros, que são revestidos de mármore branco.

A construção, que prioriza a luz natural e favorece a ventilação, já tinha sido condecorada com outros importantes prêmios internacionais.  O International Architecture Awards 2018 recebeu candidaturas de projetos de 31 países. 

• Bruna Moura
Leia mais