Orangotango é maquiado e vestido de mulher para abusarem dela em um bordel na Indonésia

Orangotango é maquiado e vestido de mulher para abusarem dela em um bordel na Indonésia

A orangotango Pony viveu um verdadeiro pesadelo durante anos. Foi usada pelos proprietários de um bordel em Bornéu para satisfazer seus clientes. Por causa de seu grande sucesso, eles se recusaram a libertá-la enquanto a polícia não interveio. Vamos te contar todos os detalhes dessa difícil história.

Pony foi maltratada e torturada durante anos em um bordel na cidade de Bornéu, na Indonésia . Eles a separaram de sua mãe quando ela era apenas um bebê e a acorrentavam para se aproveitar dela. Os donos do bordel a usavam como um atrativo para seus negócios e a acorrentavam para que ficasse disponível. Eles prostituíram o animal para ganhar dinheiro às suas custas, mas o mais difícil de tudo é que foi um sucesso entre os habitantes.

A orangotango teve que suportar anos de abuso físico e psicológico naquele lugar. Eles a torturavam usando-a para satisfazer os clientes e para isso ela era constantemente submetida a tratamentos rigorosos de beleza específicos para uma mulher.  

Leia também
Mulher é presa depois de uma descoberta assustadora em sua casa

Eles a vestiam com roupas femininas, a depilavam, colocavam até perfume e joias nela para agradar a clientela. Muitos moradores locais solicitavam seus serviços, a maioria deles eram trabalhadores rurais.

Já se passaram 15 anos desde que Pony foi libertada da escravidão. Foi necessária a intervenção de até 35 policiais para resgatá-la porque os donos do bordel recusaram-se a entregá-la e ameaçaram com facas e armas brancas. A orangotango levou 10 anos para se recuperar das consequências de suas duras experiências, mas está bem. Ela agora vive em cativeiro no Centro de Reabilitação Nyaru Menteng, juntamente com outros orangotangos.

André Lourenço
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações