Homem realiza cesárea em raposa grávida  atropelada e salva filhotes

Homem realiza cesárea em raposa grávida atropelada e salva filhotes

No Reino Unido, um fazendeiro conseguiu salvar 4 filhotes de uma raposa grávida que havia sido atropelada.

Um pequeno milagre

Um recente caso ocorrido no Reino Unido foi parar nas redes e deixou os internautas comovidos. Um fazendeiro que voltava para casa depois de um longo dia de trabalho e já tarde da noite, acabou presenciando uma cena muito triste: um raposa foi atropelada a poucos metros de onde ele estava. No mesmo momento, Chris Rolfe, o fazendeiro, correu para verificar o estado da raposa, que infelizmente morreu na hora. Porém, ainda havia vida dentro dela; o rapaz percebeu que a barriga da raposa estava mexendo, e tudo indicava que ela estava aguardando filhotinhos.

O rapaz relatou aos jornais britânicos que pegou a faca que carregava e "instintivamente" começou um procedimento de cesárea para retirar os filhotes da barriga da falecida mãe, ali na beira da estrada mesmo. Felizmente, a "cirurgia" foi um sucesso e ele conseguiu salvar as 4 raposas bebês que estavam dentro da barriga da mãe. Após o ocorrido, ele levou os filhotes para a sua mãe Jean, que começou a tarefa de cuidar dos recém nascidos.

Sob os cuidados humanos

A mãe do fazendeiro contou um pouco sobre o processo de cuidado dos filhotes e como inicialmente eles não acreditavam que os filhotes sobreviveriam por muito tempo. "Chris não tinha esperança de que eles sobrevivessem, mas quis tentar. É um milagre que eles tenham conseguido", afirmou a britânica aos jornais britânicos. Jean tem 51 anos e revelou que já havia cuidado de filhotes órfãos que perderam as mães ou que estavam perdidos, como coelhos, raposas e ouriços.

De imediato, a mãe e o rapaz tomaram os cuidados iniciais com as raposinhas: eles limparam, secaram e aqueceram os recém-nascidos e depois os alimentaram. Inicialmente, os bebês se alimentavam apenas com leite e só depois de 5 semanas que eles passaram a comer alimentos sólidos. Segundo Chris, passaram-se longas noites de cuidados com os bichinhos, mas que com certeza valeram a pena.

Volta à natureza

Dos 4 filhotes, apenas 1 é fêmea e recebeu o nome de Biscuit (biscoito, em português). Um dos 3 machinhos foi chamado de Ginger (ruivo) e os dois que sobraram foram chamados de Little-Tip e Big-Tip, já que eles têm cada um uma mancha específica na cauda.

Leia também
Mulher é presa depois de uma descoberta assustadora em sua casa

Os tutores afirmaram também que, quando estiverem com a idade apropriada, serão devolvidos à natureza. "É egoísta dizer isso, mas vai ser difícil demais deixar eles irem", conta Jean. Bastante consciente de que a decisão é para o bem dos animais, ela continuou: "Só que (sabemos que) eles são animais selvagens e o objetivo sempre foi deixar que voltassem para a natureza e esperar que possam usar essa segunda chance para viver vidas longas e felizes no lugar a que pertencem". E para finalizar, ela conta que ficou muito emocionada em ter cuidado dos bichinhos: "É muito emocionante tê-los ajudado a chegar até aqui. Eles são maravilhosos", acrescentou.

Quando completarem 10 semanas no fim deste ano, os filhotes ficarão sob os cuidados do Fox Project, uma organização que cuida de mais ou menos 900 raposas abandonadas na Inglaterra e depois soltos na natureza.

 

Fonte: BBC Brasil Imagem: Wild by nature photography  

Andressa Zabeu
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações