Miss Espanha faz história como a primeira concorrente transgênero do miss universo

Miss Espanha faz história como a primeira concorrente transgênero do miss universo

Foi com a concorrente espanhola Angela Ponce que se fez história no final do ano passado como a primeira mulher assumida transexual a competir no concurso de Miss Universo.

Apesar de não ter ganho o título não deixou de fazer sucesso e deixar a sua marca através do seu talento, carisma e ativismo. Angela Ponce chamou a atenção de muitos, e a sua inclusão na competição criou mais um marco na história LGBT.

Como referido pela imprensa, Ponce é a primeira mulher assumida transgênero a concorrer no concurso Miss Universo ao fim de 66 anos da sua exibição. A proibição contra os concorrentes transexuais foi oficialmente retirada em 2012, mas a Miss Espanha é a primeira concorrente a competir desde essa altura. Dee-Ann Kentish-Rogers também fez história depois de se tornar a primeira mulher negra a ser coroada Miss Universo da Grã-Bretanha.

Anteriormente, a competição Miss Universo era propriedade de Donald Trump. Desde as tentativas de Trump proibir pessoas trans a se alistarem na carreira militar, passando pelos esforços da sua administração em marginalizar e afastar esta comunidade, até à tentativa de banir a palavra "transgênero" dos documentos oficiais, Trump tem feito um pouco de tudo para prejudicar e demonstrar o seu preconceito contra pessoas trans através da política.

Leia também
Miss Itália 2007 mostra seu novo rosto depois de ter sido atacada com ácido pelo namorado

Também a este propósito a Miss Espanha disse em entrevista que adoraria ter a oportunidade de conversar pessoalmente com o presidente Trump. "Realmente não imagino o que lhe possa passar pela cabeça... mas gostaria de ter uma conversa de um ser humano para outro e tentar explicar-lhe que os direitos pelos quais estou a lutar são simplesmente os direitos de qualquer ser humano, " disse Ponce. "Eu tentaria fazer com que ele sentisse no seu coração a importância de entender outras pessoas. E eu tentaria ajudá-lo a entender que com a posição que tem, ele poderia ajudar a salvar vidas."

A Miss Espanha pode não ter vencido o concurso, mas as suas palavras, bravura e ações conquistaram os corações de pessoas em todo o mundo e o seu ativismo também preparou o palco para que mais pessoas trans possam competir em edições similares futuras.  

Gouvea Aline
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações