Amazon: descubra o preço que os trabalhadores pagam para que você compre mais barato

Amazon: descubra o preço que os trabalhadores pagam para que você compre mais barato

Um repórter do jornal Sunday Mirror se infiltrou na Amazon do Reino Unido. O objetivo? Relatar as condições de trabalho dos funcionários. 

Durante 5 semanas, Alan Shelby esteve nos armazéns da Amazon das 7h30 da manhã às 6h da tarde, com dois intervalos de 30 minutos cada. 

Os funcionários trabalham em terríveis condições, de acordo com o repórter. Shelby afirma que os armazéns não têm luz natural, fazendo com que os funcionários não saibam se é dia ou noite, e os banheiros ficam longe da área de trabalho. Shelby também diz que o aspecto dos banheiros é horrível.

Leia também
O trabalho que paga 55.000 euros por ano, mas ninguém quer fazê-lo

Além disso, eles controlam o ritmo de trabalho dos funcionários por meio de câmeras. Eles devem pegar um produto a cada 9 segundos e terminar a embalagem a cada 30. Se não embalarem pelo menos dois itens por minuto, podem ser demitido. 

De acordo com o jornal Daily Mail, ambulâncias foram chamadas às instalações 43 vezes em um ano para ajudar os trabalhadores, 15 das quais para socorrer casos de extrema urgência. 

Agora, você conhece o preço do seu conforto. Vale a pena?

Pedro Souza
Leia mais
Sem Internet
Verifique suas configurações