Um abrigo de animais revela as piores desculpas para um abandono

Um abrigo de animais revela as piores desculpas para um abandono

Trabalhar todo dia em um abrigo de animais não é fácil. Voluntários e funcionários são testemunhas disso. Porque além do sofrimento animal, também é necessário administrar a crueldade ou a ignorância de algumas pessoas que chegam e abandonam seus animais.

É na verdade um caso de se chegar ao limite. Funcionários e voluntários do abrigo de animais em Marselha gerido pela Sociedade para a Proteção dos Animais chegaram em seus limites.

Piores desculpas

Em um artigo transmitido pela revista France Dimanche, a associação dedicada à defesa e ao cuidado dos animais domésticos decidiu publicar uma lista de cair o queixo.

Nela podemos ver decepcionados e chocados uma coleção das piores desculpas ouvidas pelos membros do abrigo no momento do abandono de um bichinho: cachorro, gato ou roedor.

Leia também
Veja porque adotar um cachorro abandonado é uma excelente opção...

Este artigo de nossos colegas da página France Dimanche vem no momento certo.

Limitar o abandono

Ele lembra, com razão, que o verão de 2018 foi um dos piores momentos para abandono de animais em todas as ONGs de apoio à vida de animais domésticos. O abandono de cães, gatos, roedores, pássaros e outros animais de companhia atingiu níveis terríveis...

Agora, o Natal está se aproximando rapidamente e o mesmo cenário triste será repetido: as famílias vão optar por um pequeno animal como presente. Um animal que, em muitos casos, acabará em um abrigo ou na beira de uma estrada depois de alguns meses.

Conscientizar

Assim, para evitar o retorno deste ciclo lamentável, o abrigo de Marseille-Provence decidiu dar um grande passo, relatando diretamente em sua página no Facebook as piores desculpas ouvidas para "justificar" o abandono de um animal de estimação.

Entre a inconsciência, a estupidez, a má fé ou a crueldade, deixamos-lhe algumas citações...

"Ele arranha os móveis".

"Ele não serve pra nada."

"Eu sou mãe, empresária e tenho tábua corrida em casa".

"Ela faz barulho quando vai para a caminha."

"À noite, meu cachorro pede para fazer suas necessidades".

"Ela é surda e cega, então o que você quer que eu faça?"

"Ele tem 19 anos e mia demais."

• Bruna Moura
Leia mais