A casa de Papel: a produção agora encara um mega problema
A casa de Papel: a produção agora encara um mega problema
A casa de Papel: a produção agora encara um mega problema
Leia mais

A casa de Papel: a produção agora encara um mega problema

Escrito por André Lourenço

La Casa de Papel, uma das séries mais populares da Netflix, está em pleno conflito com a Fundação Dalí.

Agora que a terceira temporada de LaCasa de Papel está em pleno vapor, a série agora enfrenta uma confusão por causa da Fundação Dalí, que é contra a produção, já que usam como máscara o rosto do famoso pintor. O jornal espanhol El País informou que os herdeiros do pintor Salvador Dalí, especificamente a Fundação Gala-Salvador Dalí, não teriam dado permissão para reutilizar o rosto do artista.

Uma fundação para defender o patrimônio cultural

A Fundação Gala-Salvador Dalí foi criada em 1983. Seu objetivo é cuidar do patrimônio e dos direitos do patrimônio cultural. Segundo eles, a produção de LaCasa de Papel não pediu permissão para usar o rosto de Dalí para as máscaras dos ladrões. Eles, então, foram à justiça, afirmando que não é apenas uma questão de dinheiro, mas uma regularização de direitos. "Qualquer um que deseje exercer ou explorar qualquer um desses direitos deve obter a permissão prévia da fundação. E se a fundação está ciente de que seus direitos foram violados, uma ação é tomada para redirecionar a situação, exigindo a regularização da utilização", diz o jornal.

A resposta da produção

É claro que a série se manifestou. A Vancouver Media , uma das produtoras do programa, também disse ao El País que a fundação nunca pediu que regularizassem o uso da máscara: "A máscara é um modelo que lembra Salvador Dalí, mas o bigode que vemos pode ser de qualquer um, mesmo que seja ele quem o popularizou "se defenderam". Eles também insistiram na questão que a série tornou o pintor mais popular em todo o mundo.

Além disso, a Atresmedia, o grupo audiovisual responsável pela Casa de Papel, esclareceu que o uso da imagem de Dalí foi uma "decisão dos criadores apoiados pela equipe artística e do produtor", e "que um artista foi responsável por fazer uma caricatura para a série e questionamos sobre o pedido de autorização. Nossa equipe jurídica disse que não era necessário porque era uma caricatura".


Sem Internet
Verifique suas configurações