Facebook
</> Incorporar
WhatsApp
Qual garrafa é mais saudável?

Alguns conselhos para você aprender a decifrar os rótulos das garrafas d'água. Alguns tipos de plástico para uso alimentar contém substâncias tóxicas que podem afetar sua saúde.

Os plásticos fazem parte do nosso cotidiano: eles estão presentes em todos as situações da nossa vida. Só que esse material nem sempre é inofensivo. Aqui vão algumas informações para você decifrar melhor os rótulos das garrafas de plástico na próxima vez que for às compras.

PET ou PETE

É o tipo de plástico mais usado no mundo. Essa designação diz respeito às garrafas estritamente descartáveis, isto é, aquelas que só devem ser usadas UMA ÚNICA VEZ. Elas podem liberar metais pesados e outros produtos químicos que podem prejudicar o equilíbrio hormonal. Quando reutilizadas, podem liberar diversos elementos alcalinos e numerosas bactérias.

HDP ou HDPE

Esse tipo de plástico quase não libera substâncias nocivas. É o plástico mais recomendado pelos especialistas para a utilização em garrafas. Também é o tipo de plástico menos agressivo para a natureza, já que pode ser quase 100% reciclado.

Rígido, ele costuma ser usado para armazenamento de leite, produtos de limpeza, embalagem de brinquedos e para a fabricação de algumas sacolas plásticas.

PVC ou V

Os objetos produzidos com esse material liberam pelo menos dois tipos de produtos químicos perigosos classificados como desreguladores endócrinos, isto é, têm uma influência negativa no sistema hormonal.

Esse tipo de plástico é macio e elástico. É bastante usado para armazenar óleo vegetal e para fabricar brinquedos. Também pode ser usado para a fabricação de blisters (embalagens plásticas flexíveis), para o revestimento de fios de computador e produção de itens de encanamento. Mas os especialistas desaconselham a compra de alimentos embalados em PVC, sendo melhor procurar outras alternativas.

PS (Poliestireno)

Esse tipo de plástico é bastante usado para a fabricação de xícaras (de café, por exemplo) e também de embalagens de fast-food. Mas, quando é aquecido, libera substâncias perigosas. Ele também é pouco recomendado para guardar alimentos e bebidas quentes.

PC (ou plástico comum sem outros indicadores)

O policarbonato é considerado o tipo de plástico mais perigoso. No entanto, é usado na produção de garrafas destinadas ao armazenamento de água e na produção de diversas embalagens alimentares. É um erro grave de consequências duradouras usá-lo como embalagem de alimentos, já que ele libera Bisfenol A, substância designada como um desregulador endócrino. Essa substância bloqueia a produção de estrogênio, hormônio indispensável para o desenvolvimento de características sexuais secundárias femininas.

Essas informações relativas aos diferentes tipos de plásticos também são válidas para todos as outras embalagens alimentares disponíveis no mercado. Cabe a nós ficarmos atentos para evitar danos permanentes à nossa saúde.

Publicado por -