Angioma infantil: tudo que você precisa saber sobre essas manchas

Angioma infantil: tudo que você precisa saber sobre essas manchas

Seu bebê tem uma mancha vermelha ou rosa na pele desde o nascimento? O OhMyMag explica tudo o que você precisa saber sobre esse angioma.

Definição de angioma

O angioma é um ponto cutâneo mais ou menos extenso, observável em cerca de 10% dos bebês. Pode atingir o rosto ou outra parte do corpo.

O angioma pode ser o resultado de uma pequena malformação dos capilares sanguíneos (angioma plano ou "mancha de vinho") ou multiplicação anormal das células dos vasos sanguíneos. Neste último caso, falamos, mais precisamente, de hemangioma ou angioma tuberoso, um tumor benigno também apelidado de "morango" ou "framboesa".

O angioma plano geralmente não representa um risco à saúde da criança. Por outro lado, um hemangioma muito volumoso ou mal localizado (por exemplo, na pálpebra) pode causar um grande desconforto, demandando um tratamento rápido.

No entanto, na maioria dos casos, ele não requer nenhum tratamento: desaparece espontaneamente após alguns meses ou anos, sem que se saiba explicar ainda os motivos.

Sintomas do angioma

O angioma é caracterizado por uma mancha vermelha ou rosada. No caso de um angioma plano, o local é plano e visível desde o nascimento. Seus contornos são bem definidos. Uma "mancha de vinho" muitas vezes tende a escurecer com os anos e não desaparece espontaneamente.

Muito raramente, o angioma plano pode estar associado a outros sintomas (por exemplo, edema ou hipertrofia de um membro), eventualmente revelando uma patologia como a síndrome de Sturge-Weber, que requer cuidados médicos. No caso do hemangioma, a mancha fica em relevo. Ela é tão pequena no nascimento (minúsculo ponto vermelho) que geralmente passa despercebida, mas a multiplicação de células faz com que ela cresça: geralmente leva de 7 a 15 dias para ser notada.

Ele geralmente pára de crescer por volta dos 4 meses de idade e depois começa a diminuir lentamente em torno de 12 a 18 meses. Em geral desaparece completamente antes dos 7 anos de idade.

Tratamento do angioma

O angioma plano pode ser tratado com laser de luz pulsada quando causa perturbações estéticas. Quanto ao hemangioma, raramente precisa ser tratado, a menos que atrapalhe o bebê a comer ou abrir os olhos. Dependendo de sua localização e volume, também pode "bombear" muito sangue, mas isso também é raro.

Na prática, apenas 10 a 15% dos casos precisam ser tratados, geralmente por meio de terapia com propanol que ajuda o hemangioma a diminuir.

• Bruna Moura